fbpx

Príncipe Harry transmite ao vivo seu exame de HIV para conscientizar jovens


PUBLICIDADE ANUNCIE

A família real britânica parece mesmo disposta a usar sua imagem para causas importantes. Irmão mais novo do príncipe William, que recentemente estampou a capa de uma revista LGBT, o príncipe Harry foi fazer um exame de HIV e transmitiu o processo ao vivo pela página da família real no Facebook, que tem mais de 3 milhões de seguidores.

O exame foi feito no Hospital Guys and St. Thomas, em Londres. A legenda do post diz: “Príncipe Harry está ao vivo no hospital Guys and St Thomas na página da família real, mostrando como é fácil realizar um exame de HIV.” O vídeo mostra o príncipe discutindo como é simples realizar o teste, e como se retira muito pouco sangue. Ao final ele declara: “Não importa se você é homem, mulher, gay, hétero, negro ou branco – ou até ruivo! – por que não vem fazer um teste?”. O resultado deu negativo.

A mãe de Harry, a princesa Diana, era conhecida pela seu trabalho de conscientização da população mundial sobre a epidemia da Aids, no seu ápice, nos anos 80. Lady Di chegou a cumprimentar um homem soropositivo em frente às câmeras e abraçar crianças com HIV, demonstrando que não havia motivos para segregá-los.

PUBLICIDADE ANUNCIE
Em 1991, Diana cumprimentou, sem luvas, um paciente soropositivo
Em 1991, Diana cumprimentou, sem luvas, um paciente soropositivo

Diretor da Terrence Higgins Trust, organização beneficente que luta contra o HIV, Ian Green declarou que este é “um momento histórico na luta contra o HIV”. “Hoje, o príncipe Harry fez com que as pessoas falassem sobre o HIV e tornou o teste algo normal para o mundo todo. Dessa maneira, ele pode inspirar toda uma geração a tomar controle de sua saúde sexual. Graças ao tratamento, fazer o exame de HIV pode impedir que se fique mal, permitir que se tenha uma vida normal e impedir que o vírus seja transmitido para outra pessoa”.

harry-hiv-2

Harry, inclusive, fundou uma organização de luta contra o HIV, chamada Sentebale, que já confirmou presença na 21ª Conferência Internacional da Aids em Durban. Lá, ele pretende se reunir com líderes mundiais para discutir os próximos desafios que a doença apresenta ao redor do mundo e a importância da educação para combatê-la.

Com informações do LADO BI

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar