fbpx

Após salvar os garotos e o técnico na Tailândia, médico chora a morte de seu pai

O último herói da Tailândia não merecia receber essa notícia.


médico chora morte pai após salvar meninos tailândia
PUBLICIDADE ANUNCIE

O médico australiano Richard Harris foi o último a deixar a caverna onde os 12 garotos e o técnico do time de futebol ‘Javalis Selvagens’ estavam presos na Tailândia.

Harris havia planejado tirar férias nos dias em que aconteceram a operação. Porém, ele decidiu se unir às equipes de resgate internacionais, segundo informações publicadas pelo Lanka News Pont e El Confidencial.

Ele era o encarregado de fornecer as informações médicas de cada evacuação, e também por decidir qual seria a ordem de saída das crianças. Dessa forma, o médico anestesista e mergulhador de cavernas teve um papel de extrema importância na operação.

Após a euforia de ter conseguido resgatar com sucesso os garotos e o técnico, Harris recebeu uma notícia pra lá de triste, que ele e outros heróis da missão não mereciam receber. 😥

Assim que saiu da caverna de Tham Luan, ele foi informado de que seu pai havia falecido.

PUBLICIDADE ANUNCIE
médico chora morte pai após salvar meninos tailândia
O último herói da Tailândia não merecia receber essa notícia

Harris preferiu não falar com a imprensa sobre um assunto tão delicado. Seu supervisor, o médico Andrew Pearce, enfatizou que esse é “um momento de dor” para Harris e sua família.

“É um momento de dor, agravado pelas exigências físicas e emocionais de ter feito parte de uma operação de resgate altamente complexa e bem-sucedida”, afirmou Pearce. “Ele vai voltar para casa em breve e terá um tempo merecido para estar com sua família.”

Além de elogios de seu supervisor, Harris foi elogiado pela Associação Médica Australiana, pela pessoa que ele é e pelo seu profissionalismo. O diretor da instituição, Tony Barton, declarou que Harris arriscou a própria vida para salvar a vida de outras pessoas: “Ele é um médico maravilhoso e um ser humano maravilhoso”.

A humildade de Harris ficou nítida durante uma conversa que ele teve com o primeiro-ministro australiano, Malcolm Turnbull, via FaceTime, depois que deixou a caverna. Harris declarou que os “verdadeiros heróis” dessa história são os 12 meninos e a Marinha da Tailândia.

“Eles são os responsáveis pela sua segurança e se eles não estivessem no estado em que os encontramos não poderíamos ter feito nada. São as crianças mais fortes que tive o privilégio de conhecer.”

crédito das fotos: divulgação

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar