Garotinha que perdeu a perna volta a andar com ajuda de cães terapeutas


cães
751 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

banner reservaAlém de melhor amigo do homem, os cães podem ajudar na recuperação de enfermidades.

Foi o que aconteceu com Tessa Puma, de 6 anos, uma garotinha de Ohio que acabou perdendo a perna após uma rara infecção em sua garganta.

Ela foi obrigada a ter sua perna esquerda amputada do joelho para baixo, depois que foi diagnosticada com fasciíte necrótica, mais popularmente conhecida como “bactérias devoradoras de carne”, em abril deste ano. A condição, que não é contagiosa, afeta um em cada milhão de crianças por ano.

Agora a menina de seis anos está aprendendo a caminhar novamente com com a ajuda de cães de três pernas.

Gracie e Rudy são dois cães da “Doggy Brigade”, do Akron Children’s Hospital.

Rudy, um Golden Retriever, nasceu com apenas três pernas e precisa usar uma prótese. Os animais fazem parte da terapia para crianças que estão se recuperando depois de se submeter a procedimentos como amputações.

Eles esperam que os animais possam ajudar Tessa a aceitar sua própria condição, já que ela também precisa usar uma prótese. Caminhar com os cães ajuda a melhorar seu equilíbrio e resistência.

Tessa dançava desde os três anos de idade e era o membro mais jovem da sua equipe de dança. Atualmente ela está se recuperando da operação no Hospital Infantil de Akron e espera que possa dançar novamente.

Os pais e os terapeutas de Tessa estão confiantes de que ela retornará a ginástica e a dança, uma vez que ela se ajuste à perna da prótese.

Ela disse que está entusiasmada por voltar aos esportes que ama e está pronta para trabalhar duro para atingir seus objetivos.

“Muito alongamento, definitivamente”, disse a News5. “Estou entusiasmada com isso”.

Tessa também possui uma página para arrecadar fundos para seu tratamento. A campanha já  levantou mais de US $ 30.000.

“Estamos muito agradecidos pelas palavras gentis, orações e pensamentos para a nossa guerreira Tessa. Por favor, continuem animando-a. Ao embarcar nessa longa jornada, pedimos que se você puder, contribua para o cuidado da nossa pequena lutadora”, diz a página.

Sua mãe, Tina Puma, disse ao Beacon Journal:

“Ela ainda será capaz de realizar seus sonhos porque ela é uma menina  determinada, que nunca desiste de nada. Nós sabemos que isso vai ser só uma parte da sua história“.

Amém!

Via

barra reserva


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista