Presos transformam bicicletas roubadas em cadeiras de rodas para quem não pode comprar

Mas, os detentos do Presídio de Itajubá, no Sul de Minas Gerais, fazem muito mais pela comunidade.


Presos transformam bicicletas roubadas em cadeiras de rodas
2218 shares Compartilhar

Dois detentos do Presídio de Itajubá, no sul de Minas Gerais, estão transformando bicicletas apreendidas por roubo ou tráfico de drogas em cadeiras de rodas para adultos e crianças da região que não podem comprar o equipamento de extrema necessidade para sua locomoção.

Donizeti e Damião já transformaram 300 bicicletas em cadeiras de rodas.

A dupla também conserta brinquedos quebrados de praças públicas e escolas. Eles ainda são responsáveis pela manutenção geral do presídio, atuando nas áreas de hidráulica, elétrica, pintura, máquinas e alvenaria.

presos transformam bicicletas roubadas em cadeiras de rodas

O projeto das cadeiras de rodas começou há seis meses e conta com o apoio da Helibras, empresa brasileira fabricante de helicópteros, instalada em Itajubá. Ela doa as rodas menores, o aro para locomoção, o estofamento e faz a pintura da estrutura das cadeiras.

Damião conta que faz outras reformas nas cadeiras de rodas e já participou de algumas entregas. “É um momento emocionante, fico muito feliz. É gratificante poder ajudar as pessoas com o meu trabalho”, disse.

Para Leandro Rodrigues Palma, diretor de Atendimento e Ressocialização, o projeto ocupa um lugar especial entre todas as atividades realizadas pelos detentos. “Fiquei impressionado com um documento enviado pela ONG Caravelas, em que relatava problemas sociais a região e pedia ajuda. A partir disso, foram surgindo ideias para auxiliarmos de alguma forma”, afirmou.

Presos transformam bicicletas roubadas em cadeiras de rodas

Mas, a relação do presídio com a comunidade vai além. Semanalmente, outra dupla de detentos lava e passa 200 peças de roupas de cama para postos de saúde da região. Outros dois presos fazem o trabalho de lavar, cortar e embalar verduras, legumes e frutas para o restaurante popular da cidade. Ao todo, são enviados 350 quilos de alimentos.

Leia também: 

Presos em Uberlândia produzem até 400 caixas de legumes por mês

Desconhecido paga compras de idosa após ela ter cartão recusado em mercado

Menino de 5 anos corta o cabelo igual do amigo para tentar enganar professora

Presos transformam bicicletas roubadas em cadeiras de rodas

Com informações do PONTAL EM FOCO / Fotos: Omar Freire / Imprensa MG


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista