fbpx

Tailandesa proibida de estudar por não ter braços hoje é professora e advogada

"Não queria que os outros ditassem o que eu poderia ou não poderia fazer porque sou deficiente"


PUBLICIDADE ANUNCIE

Algumas vezes a vida nos propões desafios difíceis de serem superados, mas algumas pessoas parecem que vêm ao mundo com o objetivo de inspirar os outros e mostrar que, sim, é possível vencer, como a tailandesa, Patcharamon Sawana, que nasceu sem os 2 braços e foi impedida de estudar quando era criança, mas hoje é professora.

Relacionado: Aluno com deficiência faz depoimento emocionado ao professor que adaptou equipamentos para ele

Patcharamon, começou a estudar somente quando tinha 20 anos. Isso porque, nenhum colégio de sua província queria aceitá-la como aluna, por causa de sua deficiência. Mostrando que ela pode e consegue, ela não somente se formou, como hoje é professora, e, utiliza os pés para escrever no quadro negro, surpreendendo seus alunos e todos que um dia duvidaram de sua capacidade.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Antigamente, era contra a lei crianças deficientes estudarem em escolas comuns e, somente depois que a lei mudou, ela conseguiu se matricular em uma escola. Hoje, ela acabou de se formar em direito e em entrevista à BBC, diz que nunca esquecerá seu primeiro dia de trabalho: “Ainda me lembro do meu primeiro dia de trabalho. Meus alunos ficaram espantados em me ver usando meu pé para escrever no quadro negro”.

O objetivo da tailandesa é romper com as normas sociais e fazer o que ela quiser, não o que os outros dizem que é o certo: “Não queria que os outros ditassem o que eu poderia ou não poderia fazer porque sou deficiente. Quero romper com a norma social que os outros criaram para quem tem algum tipo de deficiência”.

No momento, ela está se preparando para prestar o exame de habilitação que permitirá que ela exerça a profissão de advogada e diz que pretende pagar suas contas e sustentar sua família, com o seu salário. Que história maravilhosa! Assista abaixo a reportagem feita pela rede BBC:

Com informações de BBC

Foto: reprodução vídeo BBC

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar