Vovó de quase 100 anos é a melhor aluna de sua sala


vovó
3k shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Nunca é tarde para corrermos atrás de nossos objetivos! A vovó Norberta de Assis, de 99 anos, está no projeto TAP 2 – Tempo de Aprendizagem – e estuda no equivalente a antiga 3ª série do ensino fundamental, na Escola Municipal Comunitária Cristo Redentor, que fica no Nordeste de Amaralina, bairro da periferia de Salvador.

Apesar de morar sozinha e sobreviver da pensão do marido, ela decidiu encarar o desafio de voltar para a escola.

Ela nasceu em 17 de dezembro de 1917 na pequena Irará, no sertão da Bahia, a 140 km da capital, onde casou, teve 8 filhos e passou a infância e uma parte da vida adulta.

“Trabalhava na enxada, no corte da mandioca e de fumo. Tudo isso eu fazia. Mas não gostava de ir pra escola”, conta.

Se concluir o curso, no final de 2018, a dona Norberta poderá se declarar oficialmente alfabetizada e ganhará o seu sonhado diploma!

Se depender de sua força de vontade, isso já é uma realidade!

“Ela não abre mão de chegar pelo menos meia hora antes. Todos os dias, faça chuva ou faça sol”, elogia Paula Souza, 37, coordenadora pedagógica da escola.

Dona Norberta, segundo Paula, só tira notas boas. “As notas dela são sempre na casa dos 7, 8 e 9”, acrescenta.

Apesar de caminhar com certa dificuldade, ela também é pontual e sempre chega na hora. Dona Norberta mora a pouco mais de 50 metros de lá.

“Ela é muito ativa… a única coisa que precisamos adaptar às necessidades dela foi aumentar o tamanho das letras. Quanto às outras atividades, ela faz tudo sem problemas e não atrasa a turma”, conta Regina Souza dos Santos, 45, gestora da unidade de ensino.

“Se começa uma atividade, quer logo terminar. Se não está conseguindo fazer, ela pergunta. Mas sempre termina”, conclui.

Via

Fotos: Alisson Louback/Uol


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista