Biólogo da Indonésia cria sacola de amido de mandioca que se dissolve na água

O biólogo indonésio Kevin Kumala desenvolveu uma sacola biodegradável, feita de amido de mandioca e que se dissolve na água.


sacola amido mandioca

Se um dia você for a algum supermercado de Bali, na Indonésia, e lhe derem esta sacolinha, provavelmente você vai achar que é uma sacola de plástico como a que usamos no Brasil. Até descobrir que é uma sacola biodegradável, feita de amido de mandioca e que se dissolve na água.

A sacola não é tóxica e pode ser reciclada como papel, de acordo com uma matéria do Catraca Livre. Para provar que a sacola é especial, seu inventor, o biólogo Kevin Kumala, vire e mexe aparece em vídeos dissolvendo um pedaço da sacola em um copo de água morna – PRONTO PARA BEBÊ-LA EM SEGUIDA.

É isso aí: as sacolas dissolvem-se apenas em água morna. Você pode carregar suas compras debaixo da chuva tranquilamente. Elas não vão te deixar na mão no meio da rua. Cada sacolinha suporta até 3 kg e custa 1 real (ou 450 rupias indonésias).

sacola amido mandioca

Já na natureza, o produto, que é customizável, dissolve-se em questão de meses, ao contrário das sacolinhas tradicionais, feitas de produtos derivados do petróleo e que demoram centenas de anos para se decompor – tempo suficiente para poluir o meio ambiente com suas substâncias tóxicas. E a gente nem falou dos riscos que ela representa para os animais, como os peixes que ‘comem’ as sacolas nos oceanos e morrem sufocados.

sacola amido mandioca
As sacolinhas de amido de mandioca são customizáveis

Além das sacolinhas, a empresa Avani produz outros itens de primeira utilidade ecofriendly: talheres, copos e embalagens para comida, feitos com fibra de cana-de-açúcar ou madeira certificada, e que são vendidos para hotéis e restaurantes.

A novidade mais recente é uma tigela para salada, produzida com amido de milho, que é biodegradável e compostável.

sacola amido mandioca

A ilha mais procurada na Indonésia por turistas do mundo inteiro está mesmo disposta a combater o consumo de sacolas de plástico tóxicas e todos os problemas decorrentes dele. Duas jovens da ilha criaram o projeto Bye Bye Plastic Bags.

sacola plástico
Tchau sacolas de plástico!

Com iniciativas como a da Avani e das duas garotas, o governo local se prepara para acabar com as sacolinhas plásticas este ano.

crédito das fotos: divulgação


Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar