Curso de Agrofloresta Sintrópica ensina a plantar alimentos sem desmatar


agrofloresta sintrópica
108 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Não é utopia. É possível plantar alimentos em uma floresta, sem desmatamento e sem uso de agrotóxicos. O permacultor Bento Cruz realiza o Curso Básico de Agrofloresta Sintrópica, no Sítio Pau d’Água (ao lado da Ecovila Clareando), em Piracaia, a apenas 90 Km de São Paulo, de 30 de março a 1 de abril, durante o feriado de Páscoa.

A Agrofloresta cria um sistema que junta, na mesma área, a produção de hortaliças, frutas e madeira, que serão planejados e plantados durante o Curso. O foco é no plantio de frutas e sementes crioulas, que estão correndo risco de extinção devido o uso de transgênicos, híbridos e as chamadas melhoradas. Haverá troca de sementes crioulas no Curso.

O método permite a recuperação de áreas degradadas, protege o meio ambiente e ainda gera renda ao pequeno produtor. O sistema promete ser uma alternativa à monocultura do agronegócio, que depende de agrotóxicos e desmatamentos para produzir.

Bento é discípulo de mestre Tupinambá, permacultor nordestino pioneiro em Agrofloresta ao lado do suíço Ernst Gotsch. Ele tem percorrido o Brasil, auxiliando as pessoas que querem deixar as cidades para morar de forma sustentável na roça. A Agrofloresta é um dos caminhos mais viáveis, pois começa a produzir alimentos já no segundo mês.
Os sistemas agroflorestais podem auxiliar na conservação dos solos, das microbacias e áreas florestais. Dessa maneira o homem consegue se inserir no ambiente e passa a aprender com a natureza em vez de entrar em conflito ou destruindo-a. “É uma grande oportunidade do homem voltar a ser querido pela natureza e ter uma função importante para o planeta”, diz Bento. “Ela promove o despertar de um novo olhar, um novo entendimento da prática agrícola.”
agrofloresta sintrópica
Bento é discípulo de mestre Tupinambá, permacultor nordestino pioneiro em Agrofloresta ao lado do suíço Ernst Gotsch.

SOBRE O SÍTIO PAU D’ÁGUA

O Sítio Pau d’Água é um Centro Coletivo de Cultura que tem o objetivo de colaborar com a construção de um novo Imaginário Social. São 3 alqueires, sendo que quase metade está sendo reflorestado. Conta com duas nascentes  e mais de 3 mil árvores foram plantadas nos últimos 2 anos.

SERVIÇO
Curso Básico de Agrofloresta Sintrópica

30 de março a 1 de abril (Páscoa)
Valor: R$ 390 (em alojamento coletivo) ou R$ 490 (em quarto na Ecovila Clareando)
Inscrições: [email protected].br

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar