fbpx

Evento promove sustentabilidade e investe em ideais ecológicos


PUBLICIDADE ANUNCIE

O Evento Casa Aberta 2018 aconteceu no Senac de São Miguel Paulista no sábado, dia 18 de agosto e trouxe mais do que apenas ideais ecológicos e sustentáveis; foi bem além disso. A primeira vez que esse tipo de evento estreou foi em 2016, quando era realizado em novembro.

Segundo o docente César Almada, a data mudou por conta das festividades, já que as pessoas acabavam se esquecendo do evento já no ano seguinte. Recheado de oficinas prontas para ensinar e entreter alunos ou não da unidade, o Senac conseguiu promover um ambiente benéfico capaz de integrar um grande público. Desde aulas de culinária com a chef Mônica Rangel e César até oficinas para aprender a costurar, o evento foi cercado pelo modo sustentável de ser, trazendo aquele ar diferenciado.

Com algodão doce, pipoca, picolé, música ao vivo e uma ampla praça coberta por obras de arte feitas com grafite, o Senac conseguiu deixar todos interessados pelo ambiente agregador. Isso sem falar das mulheres que estavam lá vendendo suas próprias verduras. Segundo César Almada, “A ideia é que as pessoas consigam produzir com o que é oferecido no local onde elas estão sem ter que se deslocar para o centro onde tem muita confusão.’’ Foi o próprio Senac que as trouxe para perto, sem falar de todos os outros estabelecimentos como restaurantes e lojinhas que cercam o local.

Relacionado: Casal transforma garagem numa horta comunitária em SP e o resultado é maravilhoso

De todos, esse com certeza é o Senac mais completo se você for pensar em infraestrutura. Lá, na grande área externa, é possível ver vários vasos com alecrim, salsinha, cebolete, entre outros, que os alunos que participam de aulas de gastronomia utilizam. Falando nisso, quem é apaixonado por esse ambiente da cozinha, se encantaria com a encontrada na escola. Enorme, todos que entraram nela no dia 18 colocaram a touca no cabelo para evitar que os fios caíssem em cima da comida e se sentaram diante da chef Mônica que faria uma receita diferente: pastel de angú.

evento Senac
Professora do Senac dança durante evento com música ao vivo.

Cada aluno recebeu a receita em mãos e ela começou a aula introdutória falando sobre seu passado. Direto de Visconde de Mauá, Mônica revelou ter aberto uma papelaria, uma loja de presentes e até mesmo uma loja de chocolates na região e foi a primeira a fazer isso por lá. Ela, assim como César, priorizam a utilização de alimentos puramente orgânicos e naturais para serem usados nas receitas. E parece que esse ideal é muito bem aproveitado por todos não só nos dias de evento, mas todos os dias em que as aulas ocorrem lá.

Sorrisos e boas impressões não faltaram em nenhum momento. Das 10h às 16h, as pessoas continuaram presentes e de olhos bem abertos para aprenderem cada movimento e detalhe sobre tudo o que era apresentado no evento. Oficinas de todos os tipos ensinaram as pessoas a tirarem fotos, a cozinhar, a costurar e a ser mais ‘ecológico’.

PUBLICIDADE ANUNCIE

evento Senac
Alunos participam de oficina de culinária durante evento do Senac em São Miguel Paulista.

Segundo César Almada, a grande maioria dos alunos que estudam lá são bolsistas, já que essa é a grande proposta do Senac. Além disso, há também diversos cursos gratuitos que tem o simples objetivo de oferecer conhecimento para todos, inclusive os que não podem pagar por ele.

A ideia é verdadeiramente uma aposta com grandes ideais da escola e, que, novamente, no ano que vem, trará mais oportunidades e mais histórias para contar, promovendo a sustentabilidade e o uso de produtos naturais em sua estrutura única.

Fotos: Beatriz Ponzio.

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar