Usando 8 mil garrafas PET, alunos constroem arquibancada em escola pública do Tocantins


1800 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Com o incentivo do professor de Educação Física, Márcio Ricardo, os estudantes do Centro de Ensino Médio Castro Alves, em Palmas, no Tocantins, fizeram um mutirão e juntos construíram uma arquibancada para o ginásio do colégio utilizando 8 mil garrafas PET.

Ela levou dois anos para ficar pronta e custou cerca de R$ 3 mil. Segundo os funcionários da escola, uma obra convencional não custaria menos de R$ 50 mil!

O colégio não tem recursos suficientes para investir em uma reforma do ginásio, mas buscaram essa ideia alternativa. E deu super certo!

O material veio da própria comunidade do entorno do colégio, que teria como destino um aterro sanitário. Eles conseguiram arrecadar dinheiro com doações dos familiares, funcionários, vizinhos e amigos que também ofereceram matéria-prima para a obra.

RelacionadoEm 20 dias, boliviana constrói casas de garrafa PET para famílias carentes

“Quando o professor me falou de fazermos a arquibancada, eu logo me animei, porque acho muito importante incentivar a reutilização de materiais que normalmente viram lixo. Além disto, quero cursar Engenharia Civil e as questões de estruturas com reaproveitamento de materiais recicláveis já me serviu como uma excelente lição aqui na escola”, ressaltou Luiz Mateus Carvalho Rulka, de 15 anos, que cursa a 1ª série do ensino médio, segundo o site da Secretaria de Educação de Tocantins.

A ideia deu tão certo que os alunos pretendem reformar o palco e paredes para os vestiários da escola também a partir do uso de garrafas PET!

Leia também: Nigerianos usam estrutura à base de garrafa pet que é 20 vezes mais resistente que tijolos nas suas casas

Lucas Nascimento/Seduc

Fotos: Reprodução TV Anhanguera

barra reserva


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista