fbpx

Projeto transforma meias velhas em cobertores para quem precisa

A iniciativa já arrecadou mais de 1 milhão de pares de meias e impactou mais de 300 mil pessoas.


PUBLICIDADE ANUNCIE

Talvez, você pense que um único par de meias não faz muita diferença para quem precisa se proteger das baixas temperaturas que este ano promete. Mas, se juntarmos milhares de pares de meias e transformá-las em cobertores, a gente começa a pensar diferente.

A ideia pode parecer óbvia, mas tem só cinco anos que a Puket criou o projeto Meias do Bem. A iniciativa já arrecadou mais de 1 milhão de pares de meias e impactou mais de 300 mil pessoas, moradores de abrigos e em situação de rua, segundo informações do Hypeness.

Leia também: Idosa aniversariante costura casaquinhos e meias de lã para bebês carentes

Além de aquecer quem mais precisa, o projeto evitou que mais de 30 toneladas de refugos têxteis fossem jogadas no lixo – o número poderia ser maior se mais pessoas conhecessem o Meias do Bem.

meias cobertores crianças albergue

É muito fácil doar aquele par de meias que só ocupa espaço na gaveta do seu guarda-roupa. Basta ir até uma das lojas da Pucket espalhadas pelo Brasil e fazer a doação. E se você tiver apenas um pé, ou, ainda, se a meia estiver furada ou rasgada, não tem problema! A doação terá a mesma serventia que um par de meias em bom estado.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Qualquer meia é bem-vinda, inclusive, de outras marcas, e não apenas da Pucket. O Meias do Bem só não recebe meias sociais e meias-calças, já que são elaboradas com um tecido que não pode ser reaproveitado nos cobertores.

Saiba mais sobre o projeto no vídeo abaixo:

meias cobertores moradores rua

meias cobertores crianças abrigo

Fotos © Meias do Bem/Reprodução

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar