fbpx

Canadense de 15 anos cria ‘bengala inteligente’ para deficientes visuais

A ‘bengala inteligente’ tem GPS e sensor de proximidade para alertar o usuário sobre objetos perigosos.


adolescente cria bengala inteligente deficientes visuais
PUBLICIDADE ANUNCIE

Uma adolescente de 15 anos começou a inovar a bengala para deficientes visuais. A canadense Riya Karumanchi teve a ideia da bengala inteligente depois de conhecer a avó de uma amiga.

Em 2017, Riya conheceu a vovó que é deficiente visual e percebeu as dificuldades que ela tem para caminhar pela casa. As informações são do CBC News.

Leia também: Aplicativo ajuda deficientes visuais a identificar ônibus antes de embarcar

A adolescente viu a senhora esbarrar em mesas e lâmpadas, já que a bengala dela não ajudava a identificar objetos acima da altura dos joelhos. Quando chegou em casa e fez algumas pesquisas, Riya descobriu que o modelo da bengala da vovó não era atualizado há algum tempo.

adolescente cria bengala inteligente deficientes visuais

Riya, então, começou a trabalhar em um modelo de bengala mais moderno para ajudar os deficientes visuais a evitarem objetos e lugares perigosos, fundindo tecnologia de ponta na tradicional bengala branca.

Seu protótipo mais recente conta com um GPS que vibra a bengala para orientar os passos do usuário – uma vibração para a esquerda, duas para a direita. Ele ainda possui um sensor ultrassônico de proximidade para alertar o usuário sobre objetos potencialmente perigosos da altura dos joelhos à cabeça.

PUBLICIDADE ANUNCIE

adolescente cria bengala inteligente deficientes visuais

Riya pretende instalar uma câmera com inteligência artificial no próximo protótipo, que poderá descrever objetos e até mesmo reconhecer rostos de pessoas.

Empresa

Riya fundou sua empresa, a Smart Cane, em uma incubadora de empresas da Ryeron University’s e levantou cerca de 56 mil dólares, de investidores como a Microsoft, para produzir a bengala inteligente.

Ela lidera uma equipe de 11 profissionais que trabalha no projeto, incluindo alguns engenheiros.

Ainda em fase de testes, a bengala foi recebida com entusiasmo por uma organização do Canadá para pessoas com deficiência visual.

“Acho que isso realmente vai mudar a maneira como as pessoas usam [a bengala]”, declarou Kevin Shaw, gerente do programa de empreendedorismo e inovação da organização.

Shaw afirma que existem outras empresas desenvolvendo tecnologias inteligentes para melhorar a qualidade de vida dos deficientes visuais, mas que a Smart Cane é a única que incorpora essas inovações à bengala tradicional, o que deve facilitar a adaptação dos deficientes visuais à bengala inteligente.

crédito das fotos: Nick Boisvert/CBC

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar