Brasileiro está desenvolvendo aplicativo para integrar refugiados a comunidades locais


O brasileiro Felipe Pontes está desenvolvendo um aplicativo para facilitar a adaptação de refugiados no país que eles escolheram para recomeçar suas vidas.

Atualmente, ele mora e estuda no Japão. Felipe ganhou uma bolsa de estudos do governo japonês para desenvolver o aplicativo, na Universidade Keio, localizada em Minato, Tóquio.

O aplicativo é uma espécie de “Tinder” para refugiados. Por exemplo, se o refugiado quiser jogar tênis, mas não sabe onde existem quadras, uma pessoa local pode dar essa informação.

A ideia do aplicativo é que o refugiado dê algo em troca, como aulas de língua. No vídeo abaixo, Felipe fala mais sobre o aplicativo:

Comentários no Facebook

Acessar

Não tem uma conta?
REGISTRAR

Resetar senha

Voltar para
Acessar

REGISTRAR

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista
Video