Jovem de 16 anos cria solução para a seca na África do Sul com casca de laranja e abacate


Oito das nove províncias da África do Sul estão em estado de calamidade. Milhares de comunidades e milhões de famílias enfrentam a escassez de água.

A solução para o problema pode vir de uma estudante de 16 anos, Kiara Nirghin. Recentemente, ela ganhou o Google Science Fair’s Community Impact Award para o Oriente Médio e a África, com o projeto “No More Thirtsy Crops” (“Sem mais colheitas de sede”, em tradução livre).

A estudante de Joanesburgo criou um polímero superabsorvente (SAP) capaz de armazenar água e formar reservatórios. “Eu queria minimizar o efeito que a seca tem sobre a comunidade e a principal coisa que afeta são as colheitas”, disse Kiara à CNN. “Esse foi o trampolim para a ideia.”

seca-2

A tecnologia possibilita que os agricultores mantenham suas colheitas a um custo baixo. Além disso, o polímero é sustentável, pois utiliza resíduos de produtos reciclados e biodegradáveis.

Andrea Cohan, líder do programa da Feira de Ciências do Google, elogiou o projeto da estudante:

“Kiara encontrou um material ideal que não irá prejudicar o orçamento com simples casca de laranja e através de sua pesquisa, ela criou uma maneira de transformá-lo em armazenamento de água pronto para o solo com a ajuda do abacate.”

Veja no vídeo abaixo como a tecnologia funciona:

Com informações do Awebic

Comentários no Facebook

Acessar

Não tem uma conta?
REGISTRAR

Resetar senha

Voltar para
Acessar

REGISTRAR

Logar

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista
Video