Cientistas criam pendrive capaz de detectar HIV em menos de 30 minutos

O dispositivo tem uma taxa de 95% de acerto quando comparado com testes de laboratório.


pendrive capaz de testar HIV em menos de 30 minutos

O que você acha que pode fazer com um pendrive? É possível o teste de HIV.

Para fazer o teste de HIV, a pessoa precisa ir até um laboratório e aguardar três dias para saber o resultado. Mas, graças a cientistas do Imperial College London, o teste poderá ser feito em casa e levará menos de 30 minutos.

A pessoa só precisa conectar no computador o pendrive que é capaz de analisar uma gota de sangue com impulsos elétricos. É bem parecido com os populares exames de diabetes.

Segundo o estudo publicado na revista Nature, o dispositivo tem uma taxa de 95% de acerto quando comparado com testes de laboratório. O pendrive foi criado em parceria com a empresa DNA Electronics.

Ele permite controlar a quantidade do vírus causador da Aids e aumenta o sucesso do tratamento com medicamentos retrovirais.

A tecnologia poderia ser particularmente útil para ajudar pacientes com HIV que vivem em locais remotos a administrar seu tratamento de maneira mais eficaz, já que os testes atuais de detecção dos níveis de vírus demoram ao menos três dias e exigem o envio de uma amostra de sangue a um laboratório.

Leia também:

Adolescente de 12 anos cria aplicativo para ajudar a avó com Alzheimer

Inovação possibilita que pacientes com Parkinson consigam escrever novamente

Catadores de Alagoas ganham bikes de cargas para evitar crueldade com cavalos

“Monitorar a carga viral é crucial para o sucesso do tratamento de HIV. No momento, os exames muitas vezes exigem um equipamento caro e complexo que pode demorar alguns dias para produzir um resultado”, disse Graham Cooke, que co-liderou a pesquisa do departamento de medicina do Imperial College.

O passo seguinte dos cientistas será usar a mesma tecnologia para detectar outros vírus, como o da hepatite, por exemplo.

pendrive teste hiv
Aparelho gera sinal elétrico que pode ser lido por um computador. Divulgação/DNA Electronics

 

Com informações da B9 e Juruá Online.

Comentários no Facebook

Acessar

Não tem uma conta?
REGISTRAR

Resetar senha

Voltar para
Acessar

REGISTRAR

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista
Video