fbpx

Ônibus de SP terão adesivos para mulheres descerem fora do ponto

A SPTrans determinou o uso de adesivos indicando que mulheres e idosos podem escolher o local mais seguro para descer à noite.


ônibus SP terão adesivos mulheres fora ponto
PUBLICIDADE ANUNCIE

Nos últimos anos, aumentou o número de mulheres que relatam ter sofrido assédio sexual no transporte coletivo. Um efeito disso é que a SPTrans determinou que as empresas de ônibus coloquem adesivos nos veículos indicando que a mulher pode escolher o local mais seguro para descer à noite.

Todos os coletivos terão até o dia 30 de setembro para fixarem adesivos na parte superior das portas de embarque e desembarque. A determinação conscientiza as mulheres sobre uma lei que existe desde 2016.

A Lei 16.490 assegura às mulheres o direito de escolherem o local mais seguro para desembarcar entre 22h e 5h – o texto também inclui idosos, travestis e transexuais.

A diretora executiva da ONG feminista Think Olga, Juliana de Faria, explicou em entrevista ao site R7 que as mulheres têm medo de descer em pontos longe de casa, mas não se sentem à vontade de pedir para descer fora dos locais obrigatórios.

PUBLICIDADE ANUNCIE

“A mulher pode se sentir culpabilizada, pensar que podem negar, tirar sarro. No momento em que há uma campanha, ela se sente mais empoderada”, afirma.

“É algo extremamente benéfico para que as mulheres possam descer mais próximo de sua residência e não se locomoverem por lugares ermos”, completa a juíza Tatiane Moreira Lima, do Tribunal de Justiça de São Paulo.

A magistrada esteve à frente da campanha Todos Juntos Contra o Abuso Sexual, que ocorreu em agosto do ano passado. Seis meses após o lançamento, foram contabilizadas mais denúncias do que em todo o ano de 2016.

Em todos os casos em que ônibus foram parados por suspeita de assédio, segundo ela, não houve reclamações dos outros usuários. Para a juíza, isso demonstra que a sociedade está mais atenta ao assédio – é importante as pessoas do entorno não se omitirem.

A SPTrans informou que o desembarque deve ser feto em local seguro, com condições de parada do veículo, além de estar no trajeto regular da linha.

crédito da foto: Sidnei Campos/SPTrans

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar