Pedalando por uma cidade melhor

Na vida profissional da cineasta e jornalista Joana Nin podemos destacar, como o primeiro trabalho relevante, o curta metragem “Visita Íntima” (2005), e no decorrer desse trajeto, recentemente, lançou com sucesso o documentário “Cativas – presas pelo coração”. Os dois filmes abordam a vida, fora e dentro, da prisão por intermédio do universo feminino, de forma delicada e cuidadosa. As mulheres dos detentos esperam pelos seus amores, mesmo que isso demore anos. Elas estão, também, presas pela mesma sentença.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Se nesses dois filmes o ambiente é fechado e mantem as pessoas presas, ainda que fora do espaço físico que o delimita, em seu novo projeto , o portal “RIO DE BICICLETA”, é o contrário. Nele não há ambientes fechados, e as locações são ao ar livre e sempre em movimento.

A websérie – que estreou no dia 25 de junho de 2015 –, proporciona, a cada semana, o espectador conhecer um pouco mais dos ciclistas do Rio de Janeiro, seu modo de vida e suas ideologias. “Em 2008 eu fiz um projeto de curta que não vingou, era algo sobre ciclistas e rotas cariocas. O tema ficou na minha cabeça. Com o crescimento do debate em torno da mobilidade urbana, resolvi resgatar essa ideia e transformá-la em uma websérie” – explica.

Carol Miranda e Rodrigo Alzuguir no seu triciclo.
Carol Miranda e Rodrigo Alzuguir no seu triciclo.

A proposta do projeto não é discutir a mobilidade urbana ou procurar problemas e mostrar soluções para eles, mas segundo a cineasta o portal colabora para esse ambiente favorável que a cidade proporciona. “A bicicleta tem seu uso estimulado por um conjunto de ações e práticas na cidade, acho que o portal contribui com este movimento. É carioca, é dinâmico, informativo, bonito. A gente tem orgulho de participar deste momento com a série” – conclui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Além de saber como e porque essas pessoas passaram a usar a bicicleta como meio alternativo de transporte, conhecemos um pouco mais a cidade do Rio de Janeiro e os roteiros possíveis de serem feitos com a bicicleta. Os roteiros incluem os bairros de Laranjeiras, Copacabana, Ipanema, Leblon, Tijuca, Barra da Tijuca, Centro, Maré, Madureira, entre outros, chegando a Niterói e Paquetá.

Rodrigo souza e o roteiro na Penha.
Rodrigo souza e o roteiro na Penha.

São entrevistas com vários usuários de todos os tipos, como o Zé Lobo um dos principais ativistas da mobilidade urbana que é responsável pelo movimento Transporte Ativo, ou o casal Carol Miranda e Rodrigo Alzuguir que adaptaram uma de suas bicicletas – na verdade um triciclo – para levar a Boxer, Flora, aos seus passeios no final de semana. Há quem use a bicicleta para tudo, inclusive para ir ao trabalho, de Laranjeiras ao Centro da Cidade, como no caso de Maysa Blay. E há quem use a bicicleta como equipamento de trabalho, de forma mais comum, como o Naldinho professor de Filosofia, fazendo as suas entregas, ou o inusitado grupo Cyclophonica – a única orquestra de câmara sobre bicicletas. Enfim, são dezenas de personagens que formam essa rede de ciclistas, mas a campeã de audiência no portal é a Michelle Castilho, do Ciclovias Invisíveis.

O portal também presta serviço, reúne notícias e informações relacionadas a mobilidade urbana com os principais movimentos e grupos de ciclistas. É um portal interativo de ciclismo carioca, que apesar de concluído está à procura de um patrocinador para uma nova temporada e de um canal de TV para exibir a série.
Os 26 episódios do projeto, que teve o patrocínio da RIOFILME, podem ser visto no site

Ciclovias Invisíveis.
Ciclovias Invisíveis.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Cyclophonica, a única orquestra de câmara sobre rodas.
Cyclophonica, a única orquestra de câmara sobre rodas.

Zé lobo da Transporte Ativo.
Zé lobo da Transporte Ativo.

Fotos: Breno Turnes

Cacá Valente é designer, mestre em história da arte, produtor e gestor de projetos culturais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,282,832SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Primeira roupa 100% biodegradável pode ser usada como adubo

Já existem diversos tipos de tecidos feitos de fibras naturais, como o algodão. Pporém, as peças possuem aspectos como  corantes, botões e etiquetas que os...

Como este pai combate o machismo e outras formas de opressão na criação do filho

Davi ama dançar, para algumas pessoas, coisa de “menina”. Para o pai, apenas arte.

Número de travestis e transexuais inscritos no Enem praticamente triplica

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o número de transexuais e travestis que farão o Exame Nacional...

Vídeo mostra que a beleza está muito além do corpo

Quatro mulheres que passaram por transformações corporais severas mostram neste vídeo emocionante que a beleza da mulher está muito além do seu corpo. Um belo...

Da pobreza e do uso de drogas a professor de boxe: como o esporte marcou Lucas Cicatriz

Lucas teve que vender tudo dentro de casa, chegou a usar drogas, mas hoje é atleta de alto rendimento, se mantém dando aulas de boxe e tem uma linda família.

Instagram

Pedalando por uma cidade melhor 2