A Equipe do RPA esteve com os ‘Chefs Especiais’, um projeto que utiliza a gastronomia para promover a inclusão social

Desde 2006 a iniciativa dos ‘Chefs Especiais’ tem transformado a vida de pessoas com Síndrome de Down. O que era para ser apenas um momento de descontração e de atitudes positivas se tornou um grande projeto conhecido e respeitado no mundo gastronômico. Inserir as pessoas com Síndrome de Down na vida e na sociedade como referência, qualidade e inspiração é a missão do ‘Chefes Especiais’, criado pelo casal Simone Berti e Márcio Berti.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os benefícios são muitos, pois valorizando as pessoas com a síndrome mostramos que, através do estimulo e respeito dia a dia elas conseguem obter sua independência e serem inseridas no meio social. Já viu uma felicidade mais simples e espontânea do que essa? O preconceito diminui a cada dia e um exemplo disso é ver um lindo sorriso estampado no rosto de cada um deles. Isso mostra que através de muita força e união sempre conseguirão juntos vencer barreira por barreira. Assistam ao vídeo do workshop que participamos, junto com alunos tão especiais!

8 2 7 5 4 3 6

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




A Equipe do RPA esteve com os ‘Chefs Especiais’, um projeto que utiliza a gastronomia para promover a inclusão social 3

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,971,659SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Vídeo compara os discursos sobre o Dia da Mulher de Temer e Justin Trudeau

No dia 8 de março, em que se celebra e se debate sobre o Dia da Mulher e a luta feminina, o mundo volta seus...

Desconhecidos amparam família de vidraceiro morto em queda do 15º andar de prédio em SP

O dono do apartamento, o síndico nem a vidraçaria foram capazes de qualquer gesto.

Professora adapta aulas de balé para ensinar menina cega

A professora Laura Mendes adaptou as aulas de balé da escola onde ela trabalha, em Ivoti, no Rio Grande do Sul, para que uma...

Coletora recebe ajuda para filhos estudarem Medicina em universidades federais

A coletora de materiais recicláveis Maria Aparecida, 41 anos, é só alegria! Os dois filhos mais velhos dela foram aprovados no curso de Medicina em...

Instagram

A Equipe do RPA esteve com os ‘Chefs Especiais’, um projeto que utiliza a gastronomia para promover a inclusão social 4