A mulher que doou sua fortuna para a pesquisa do primeiro anticoncepcional da história

0
2172

Há pessoas que elevam a palavra generosidade a um grau tão alto que mudam o curso da história.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Katharine McCormick foi uma dessas pessoas, ela herdou fazendas a perder de vista, e movida por um sonho de liberdade, as vendeu, abriu mão de sua fortuna e a doou para financiar uma pesquisa.

Ela se comoveu com os partos difíceis que a sua mãe teve, com milhares de mulheres paupérrimas que não podiam alimentar as usas escadinhas de filhos e especialmente com a questão da mulher na sociedade, num período de grandes conquistas femininas.

Ela entregou quase todo o seu dinheiro ao doutor Gregory Pincus e fez um pedido: – Decubra um remédio que dê as mulheres a possibilidade de escolher se querem engravidar ou não!

E as pesquisas de Pincus criaram o primeiro anticoncepcional oral da história. Um dos maiores marcos da medicina.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela e a ativista dos direitos femininos: Margaret Sanger fizeram campanhas divulgando a novidade, conscientizando sobre a necessidade de se preocupar com o planejamento familiar, o exercício da maternidade e paternidade mais responsáveis e com a capacidade de sustentar ou não bebês, o que as famílias deveriam pensar, para depois encomendá-los.

HOJE SERIA ANIVERSÁRIO DE KATHARINE, NASCIDA EM 27 DE AGOSTO.

De acordo com especialistas, hoje mais de 100 milhões de mulheres usam anticoncepcional oral ao redor do mundo.

sanger-in-tucson-1959

McCormickB ss10102014p03phe
fem2

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.