Abertura da nova temporada de ‘Amor & Sexo’ dá uma aula contra o machismo

“Cansadas de tanta opressão, algumas corajosas mulheres resolveram sair à rua e lutar por mais dignidade”. Essa citação poderia ser dita nos dias atuais, mas se refere aos protestos feitos por mulheres em 1968 no episódio que ficou conhecido como “Bra-Burning”, ou em português ‘a queima dos sutiãs’, com o objetivo de acabar com a exploração comercial realizada contra as mulheres.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Essa foi a principal referência usada ontem na abertura da nova temporada do programa “Amor & Sexo”, da Rede Globo, que aconteceu ontem, 27 de Janeiro.

Fernanda Lima surgiu com uma trupe de mulheres cantando e dançando a música “Piranha“, de Alípio Martins, e em certo momento elas recriaram a queima dos sutiãs, e a a cada peça íntima jogada em um barril, elas falavam palavras de empoderamento, tais como “lugar de mulher é onde ela quiser”,  “a minha roupa curta não é um convite pra você”, e por aí vai. Ou seja, foram literais na explicação para esclarecer conceitos e limpar rótulos na igualdade de direitos. Assista:

Segundo site Observatório da Televisão, o programa não apenas traz para a TV, entretenimento de qualidade como também exerce função social, ainda que este não seja seu objetivo. A discussão sobre sexo, amor, sexualidade e gêneros cabe perfeitamente numa sociedade em constante mudança, e que vive um momento aparente de retrocesso e conservadorismo. Infelizmente falar de sexo ainda é um tabu, e o programa consegue fazer isso de forma divertida e sem ofender ao telespectador tradicional.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O texto de João Paulo Reis continua:

“O programa segue como uma aula de comportamento que deveria ser obrigatória à todos e com certeza seu ponto alto foi a linda homenagem feita por Elza Soares, que cantou junto com Karol Conka. O tema foi sério, e embora tivesse seus momentos de descontração Amor & Sexo provou que mais uma vez consegue tocar em pontos sensíveis e fazer pensar muito mais que fazer rir. Se aos sábados existe vida inteligente na madrugada, a estreia do programa de Fernanda Lima mostrou que pode fazer muito melhor, até mesmo com certa profundidade.

Observação: Em 2015, o Brasil registrou mais de 63 mil relatos de agressões contra a mulher segundo dados da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR).”

Abertura da nova temporada de 'Amor & Sexo' dá uma aula contra o machismo 2

Abertura da nova temporada de 'Amor & Sexo' dá uma aula contra o machismo 3

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ou seja, cada vez mais um programa necessário para se falar sobre o assunto.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,833,091SeguidoresSeguir
24,677SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Incrível invenção de artista permite que crianças cadeirantes se divirtam pintando

Desde bem novo, Dwayne Szot sabia que queria ser um tipo diferente de artista. “Eu sabia que nunca ia ser esse tipo de cara...

O que acontece quando filhas leem uma carta nunca escrita para suas mães

Já parou pra pensar sobre a última vez que você disse que amava alguém? E não estou falando aqui de namorado(a), me refiro à seus amigos, parentes, e mais especificamente as mães.

Vídeo divertido mostra um dia na vida de um cão resgatado

Com o título de "Something Good", esse vídeo vai encantar ao mostrar um dia na vida de Monkey, um cãozinho que foi resgatado. Impossível não...

Policiais arrecadam doações para a família de suspeito preso por furto

Dois policiais militares arrecadaram alimentos e roupas para a família de homem preso suspeito de roubar barras de ferro em uma obra, na Região Metropolitana de Curitiba.

Conheça o fazendeiro que recuperou as Araras-Vermelhas em Mato Grosso do Sul

Modesto Sampaio, filho sorridente e humilde de uma família gaúcha, viveu a vida no campo e, em 1986, decidiu se mudar para Mato Grosso do...

Instagram

Abertura da nova temporada de 'Amor & Sexo' dá uma aula contra o machismo 5