Abertura da nova temporada de ‘Amor & Sexo’ dá uma aula contra o machismo

“Cansadas de tanta opressão, algumas corajosas mulheres resolveram sair à rua e lutar por mais dignidade”. Essa citação poderia ser dita nos dias atuais, mas se refere aos protestos feitos por mulheres em 1968 no episódio que ficou conhecido como “Bra-Burning”, ou em português ‘a queima dos sutiãs’, com o objetivo de acabar com a exploração comercial realizada contra as mulheres.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Essa foi a principal referência usada ontem na abertura da nova temporada do programa “Amor & Sexo”, da Rede Globo, que aconteceu ontem, 27 de Janeiro.

Fernanda Lima surgiu com uma trupe de mulheres cantando e dançando a música “Piranha“, de Alípio Martins, e em certo momento elas recriaram a queima dos sutiãs, e a a cada peça íntima jogada em um barril, elas falavam palavras de empoderamento, tais como “lugar de mulher é onde ela quiser”,  “a minha roupa curta não é um convite pra você”, e por aí vai. Ou seja, foram literais na explicação para esclarecer conceitos e limpar rótulos na igualdade de direitos. Assista:

Segundo site Observatório da Televisão, o programa não apenas traz para a TV, entretenimento de qualidade como também exerce função social, ainda que este não seja seu objetivo. A discussão sobre sexo, amor, sexualidade e gêneros cabe perfeitamente numa sociedade em constante mudança, e que vive um momento aparente de retrocesso e conservadorismo. Infelizmente falar de sexo ainda é um tabu, e o programa consegue fazer isso de forma divertida e sem ofender ao telespectador tradicional.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O texto de João Paulo Reis continua:

“O programa segue como uma aula de comportamento que deveria ser obrigatória à todos e com certeza seu ponto alto foi a linda homenagem feita por Elza Soares, que cantou junto com Karol Conka. O tema foi sério, e embora tivesse seus momentos de descontração Amor & Sexo provou que mais uma vez consegue tocar em pontos sensíveis e fazer pensar muito mais que fazer rir. Se aos sábados existe vida inteligente na madrugada, a estreia do programa de Fernanda Lima mostrou que pode fazer muito melhor, até mesmo com certa profundidade.

Observação: Em 2015, o Brasil registrou mais de 63 mil relatos de agressões contra a mulher segundo dados da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR).”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ou seja, cada vez mais um programa necessário para se falar sobre o assunto.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,020,597FãsCurtir
2,154,757SeguidoresSeguir
11,512SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovens e agricultores se unem e abrem bibliotecas na zona rural da Paraíba

Eu já estou apaixonado por essa história antes mesmo de começar a contar pra vocês. Esse é um exemplo de que a união entre...

Após alagamento, vaquinha arrecada R$117 mil e idosos ganharão um lar novo (BA)

Os velhinhos da Casa de Idosos Giuseppe Aras, em Itabela (BA), vão ganhar um lar novo! O asilo onde os 34 idosos moravam ficou alagado...

Batismo de bebê conta com bençãos de familiares católicos, espíritas, evangélicos e umbandistas

Quando completou três meses de vida, o pequeno Iago recebeu as bençãos de sua família, cada qual à sua maneira: uma avó é católica,...

Pescadores salvam 5 tartarugas marinhas presas em rede de pesca

Na praia de Araranguá, em Santa Catarina, o que tinha tudo para ser apenas mais um dia normal para alguns pescadores, transformou-se em uma...

Supermercado mobiliza internautas e encontra cliente que perdeu R$ 840 dentro da loja

O seu João foi fazer compras no supermercado Rei da Economia, em Solânea (PB), e acabou deixando cair uma bolada de R$ 840 no...

Instagram