Adesivo para tratamento de Alzheimer começa a ser distribuído de graça pelo SUS

A Doença de Alzheimer é uma enfermidade incurável que se agrava ao longo do tempo, mas pode e deve ser tratada.

Quase todas as suas vítimas são pessoas idosas. Talvez, por isso, a Alzheimer tenha ficado erroneamente conhecida como “esclerose” ou “caduquice”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A doença se apresenta como demência, ou perda de funções cognitivas (memória, orientação, atenção e linguagem), causada pela morte de células cerebrais. Quando diagnosticada no início, é possível retardar o seu avanço e ter mais controle sobre os sintomas, garantindo melhor qualidade de vida ao paciente e à família.

E os portadores do mal de Alzheimer contam com um aliado no combate à doença, um adesivo transdérmico (que passa pela pele) que substitui a medicação via oral e dá qualidade de vida aos pacientes. O adesivo, chamado de Exelon Patch, é vendido com prescrição médica e deve ser aplicado uma vez ao dia em qualquer parte do corpo. O medicamento substitui os dois comprimidos diários do método tradicional de tratamento.

Os brasileiros com Alzheimer não precisarão mais comprar o adesivo de rivastigmina. O medicamento aplicado na pele será distribuído gratuitamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

O adesivo ajuda a diminuir os efeitos colaterais da doença, como náuseas, vômitos e perda de apetite. Isso porque ele leva o princípio ativo direto à corrente sanguínea, sem passar pelo sistema digestivo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tratamento no SUS

A rivastigmina já estava disponível no SUS, mas em forma de cápsula e solução oral. Além dela, o SUS oferece outros medicamentos para tratamento de Alzheimer: a donepezila e a galantamina.

O Alzheimer atinge em média 7% dos idosos, e o seu sintoma mais conhecido é a perda de memória. Se diagnosticada no início, é possível retardar seu avanço, controlar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente.

Leia também:

Ator “adota” idosa com leucemia e que vivia sozinha

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Internet se une para pagar estudos de jovem que teve recursos cortados pelos pais por ter namorado negro

Monja Coen ensina como desenvolver o amor próprio

Com informações do SóNotíciaBoa / via e via / Foto: Reprodução

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,855,215SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Campanha disponibiliza e-book gratuito para desintoxicação digital de crianças

Campanha alertar pais, educadores e todo e qualquer adulto sobre o uso excessivo de tecnologia nos primeiros anos da infância (de 0 a 6 anos).

Mulher grava ronco do marido por 4 anos e cria remix de “Despacito”

Sucesso nas paradas do mundo inteiro, o hit "Despacito", do cantor porto-riquenho Luis Fonsi, serviu de inspiração para um remix inusitado. No vídeo abaixo, a...

Após morte da dona, cão vai diariamente a missa

Ciccio, um cão pastor alemão de 12 anos vem se mostrando um fiel fervoroso. Desde a morte de sua dona, há dois meses, o...

16 casais idosos mostram que não há idade para se divertir

Estas fotos de idosos se divertindo provam que nunca é tarde demais para se ter um bom momento. São momentos como esses que ficam na memória, mas...

Internautas fazem vaquinha para ajudar cozinheira que adotou sobrinhos gêmeos após perder irmã e mãe para Covid

Mesmo com todas as dificuldades do dia a dia, a cozinheira Rosilda Martins de Oliveira, 44 anos, passou a cuidar dos sobrinhos gêmeos após...

Instagram