Adobe renova gratuitamente plano de estudante que relatou ‘erro’ da empresa

A estudante do quarto ano de arquitetura, Raíssa Melo de Souza, comprou no ano passado o plano Creative Cloud da Adobe, que tem duração de um ano. Ou seja, caso não o comprasse novamente, não poderia mais usar todos os programas oferecidos. Porém, quando foi checar o sistema, apareceu que o plano estava pago por mais um ano – sem ela gastar um tostão! 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Preocupada, Raíssa entrou em contato com a Adobe para descobrir o que havia acontecido. “Eu sabia que era anual o pacote. Quando vi que estava renovado para mais um ano, eu entrei em pânico primeiro. Olhei todas as minhas contas pra conferir que não tinha sido um débito automático ou coisa assim, porque eu estou juntando dinheiro e não tinha como pagar tudo aquilo agora. Depois falei com meus pais e meu irmão pra ver se eles tinham pagado. E então entrei no site da Adobe pra ver se tinha alguma coisa”, conta.

Pelo chat da Adobe, Raíssa foi atendida pelo Hugo, que pediu seu número de telefone para que entendesse melhor o ocorrido. Conversa vai, conversa vem, foi constatado o erro e Raíssa entendeu que só conseguiria usar novamente o pacote se o comprasse.

O que é justo é justo. Eu estava bem chateada de não poder pagar por mais um ano, mas não era justo ficar com algo que não paguei. É a mesma coisa de usar software pirata. Sei que alguém se esforçou muito pra fazer aquele software e tem o seu custo. É um custo realmente alto e inacessível para muita gente, mas é o custo”, afirma.

estudante olhando pela janela
Raíssa foi honesta ao informar o erro da Adobe e, no final, foi premiada! Foto: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Adobe premia honestidade da estudante

De fato, não era justo, mas a honestidade de Raíssa fez tudo ser diferente. “Ele falou que apesar do erro, eles decidiram não cancelar o pacote e me deixar utilizar por esse ano todo. E agradeceu pela minha honestidade, dizendo que precisamos de mais pessoas assim no mundo”, revela.

Leia também: 

Softwares como Photoshop e InDesign são os queridinhos de Raíssa, que graças ao novo plano vai poder se aperfeiçoar no Illustrator e se arriscar nos programas de vídeo que o pacote oferece, tudo o que ela mais quer hoje!

O bacana é que, quando perguntada se outras pessoas teriam uma atitude igual a dela, Raíssa não hesitou: “Eu acredito sim que mais pessoas poderiam ter essa mesma atitude. Não acredito que sejam todas as pessoas, mas muita gente sim”.

Pra fechar, Raíssa entende que hoje todos precisamos compartilhar coisas boas em vista de tanta coisa ruim que vemos diariamente.  “A gente tem ‘razões para acreditar’ quando a gente ouve/lê sobre coisas boas que acontecem por aí. Então temos que contar”, finaliza.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

razões para acreditar

 

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,836,848SeguidoresSeguir
24,779SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Príncipe Harry pressiona fim do casamento infantil no Nepal

O príncipe Harry, em uma excursão de quatro dias pelo Nepal, disse que a educação e a mudança das pessoas são cruciais para acabar...

Mulher com câncer em estágio terminal casa com o amor de sua vida e morre 24 horas depois

Essa é uma história que pode ser triste ou alegre. Depende do ponto de vista. Ela é triste porque conta a história de uma...

Cadelinha salva vida de bebê golfinho encalhado em praia

Uma cachorra chamada Leia fez uma descoberta notável enquanto caminhava pela Praia de Criccieth, em Wales. Ela descobriu um golfinho bebê encalhado nas pedras lutando para voltar ao oceano....

Colégio em Aracaju (SE) realiza evento para que as crianças amem seus cabelos cacheados

O Colégio do Salvador, em Aracaju (SE), realizou no último dia 26, um evento importante, com o objetivo de reafirmar o respeito aos alunos...

Vovó cadeirante constrói rampas de Lego e leva acessibilidade a comércios na Alemanha

Cansada da falta de acessibilidade dos estabelecimentos que frequenta, a alemã Rita Ebel, 62 anos, desenvolveu uma criativa e colorida solução para seu problema:...

Instagram

Adobe renova gratuitamente plano de estudante que relatou ‘erro’ da empresa 2