Adriana Calcanhotto doa direitos de música para família do menino Miguel

Eu acho que todo mundo se comoveu com a história da morte do menino Miguel Otávio, de 5 anos. Ele faleceu após cair de um prédio de luxo, onde a mãe trabalhava como doméstica, no centro de Recife (PE).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Como forma de apoio, a cantora e compositora Adriana Calcanhotto doou os direitos autorais da música Dois de Junho, ao Instituto Menino Miguel, criado pela família do garoto, junto com a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

miguel e a mãe

O Instituto Menino Miguel foi criado com o objetivo de unir iniciativas relacionadas ao cuidado com a vida, da infância ao envelhecimento, além de se aproximar da promoção da justiça social e dos direitos humanos.

A música

“Dois de Junho” foi composta durante a quarentena pela cantora. O nome faz referência à data que Miguel faleceu. Adriana Calcanhotto também lançou um clipe na última sexta-feira (18), para apresentar a nova música.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

De acordo com a UFRPE, a canção “fortalece a luta pela justiça por Miguel e pelo cuidado com a vida de meninos e meninas do nosso país“.

Instituto Menino Miguel

O Instituto Menino Miguel tem inauguração prevista para outubro e, abrigará inicialmente, a Escola de Conselhos de Pernambuco, o Núcleo do Cuidado Humano, o Núcleo do Envelhecimento e o Observatório da Família, estruturas já existentes na UFRPE.

Os departamentos ficarão responsáveis pelo desenvolvimento de pesquisas, projetos e políticas voltadas ao bem-estar e à qualidade de vida. Todo o processo conta com a participação da mãe do Miguel, Mirtes Renata de Souza.

Pretendemos manter juntos, em uma ação orgânica e sistêmica da UFRPE, os quatro núcleos que têm como objetivo o acolhimento do ser humano desde a infância até o processo de envelhecimento”, explica o reitor da Universidade, professor Marcelo Carneiro Leão, em nota.

Humberto Miranda, que é coordenador do Instituto Menino Miguel, diz que a iniciativa permite que a universidade se mantenha sempre perto das causas populares.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Essa memória não deve ser apagada, pois, assim como Miguel, Mirtes e Marta, há outras crianças, mães e avós que precisam ser escutadas. Dessa forma, Miguel vive”, diz.

Confira o clipe da música Dois de junho, composta por Adriana Calcanhotto em homenagem a Miguel:

FONTE: Diário de Pernambuco

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,637,823SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Gêmeos? Veja 20 fotos de pessoas que encontraram por acaso seus sósias

Já encontrou alguém que parecia muito fisicamente com você e não era nenhum parente, mesmo que distante? Eu já! Há alguns sites e aplicativos que fazem...

Malabarista da periferia de SP faz sucesso mundo afora e leva sua arte a comunidades que nunca viram um circo

Rogério Piva se descobriu artista em um projeto social. Hoje, ele viaja pelo mundo com sua arte e fala quatro idiomas.

Gêmeas soltam balão com vários pedidos de Natal, desconhecido o encontra a 968 km e envia linda surpresa

As gêmeas Luna e Gianella Gonzalez, 4 anos, não imaginavam que o balão de gás hélio que elas soltaram no Natal, na cidade de...

Desconhecida oferece quarto de hotel para mãe e filhos que dormiam em banheiro de aeroporto

Na última terça-feira (27), o relato de uma mulher que encontrou uma desconhecida chorando no banheiro de um aeroporto nos Estados Unidos comoveu os...

Senhora de 94 anos se forma na faculdade: “Tenho muito mais a aprender”

Com quantos anos você acha que uma pessoa deve entrar na faculdade? 18? 22? Pois essa senhora esperou um pouquinho mais. A história de Amy...

Instagram