Afegã grafita as ruas de Cabul para mostrar que “a burca não é uma jaula”

Considerada uma das dez melhores artistas do Afeganistão, Shamsia Hassani grafita as ruas de Cabul para mostrar que “a burca não é uma jaula”. Aos 25 anos, a artista de rua acredita que a liberdade não é o que vestimos, mas “o que decidimos, o que dizemos, o que fazemos para estarmos confortáveis e para termos paz”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para esta jovem professora de arte da Universidade de Cabul, mudar o sentido da burca com a arte para mostrar mulheres felizes é uma forma de mudar como as pessoas enxergam a mulher. Ela não se engana: existem outros grandes problemas em sua sociedade. Mas crê que, mesmo com a burca, as mulheres podem fazer de tudo: estudar, trabalhar, fazer arte e muitas outras atividades.

Por ser mulher, seu trabalho como artista é complicado: a reação negativa das pessoas – inclusive de outras mulheres – e os problemas de segurança são alguns dos motivos que a impedem de pintar seus grafites em ruas que não conhece.

Fonte: Super Interessante

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,234,546SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Que tal andar de bike usando esses estilosos capacetes disfarçados por chapéus?

A Bandbox é uma empresa que espera reduzir o número de pessoas que sofrem lesões na cabeça, fornecendo capacetes elegantes que os ciclistas ficarão mais...

Projeto distribuirá carroças para ajudar pessoas em situação de rua terem uma renda (SP)

Você sabia que o trabalho como catador de materiais é uma das principais atividades praticadas pelas pessoas que estão em situação de rua? Pensando em...

Dentista surpreende vítima de abuso do ex-namorado com um sorriso novo gratuitamente

Dentista consertou a agressão do ex-namorado da mulher de graça.

Mãe morreu para proteger filho em ataque à boate gay de Orlando

As mães são capazes de fazer qualquer coisa para proteger seus filhos: inclusive, abrir mão da própria vida. Foi o que aconteceu na tragédia...

Esse bebê sorrindo ao cortar cabelo pela 1ª vez é a coisa mais fofa que já passou por aqui

A simpatia do Levi Donato Mastroianni, de 1 ano e 3 meses é imbatível. Um vídeo dele, que os pais gravaram o ano passado,...

Instagram