“Seleção às Cegas”: agência recruta candidatos excluindo idade, gênero ou estado civil

A plataforma de recrutamento da Artplan traz como ponto de partida a “Seleção às Cegas”. Em parceria com a EMPREGARE.com, a agência foi pioneira na implantação deste modelo no mercado publicitário e hoje contabiliza quase 100 mil visualizações e 7.828 inscrições referente aos últimos 12 meses.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ao anunciar uma vaga disponível, a Artplan retira do currículo todas as informações que são desnecessárias para uma primeira fase de recrutamento como nome, gênero, foto, estado civil, idade, endereço, redes sociais, instituição da formação acadêmica e dos cursos extracurriculares, nome e porte da empresa na experiência anterior e número de filhos.

Das 88 vagas abertas entre os três escritórios da agência no período, 60% foram fechadas via Seleção às Cegas.

“Ficamos muito felizes quando fomos referência para que outras agências nos seguissem e, igualmente, apostassem na eficácia desta prática, que contribui para um ambiente de trabalho harmonioso, produtivo, que respeita e acolhe a diversidade”, afirma Sandra Poltronieri, Diretora de Gestão de Pessoas do Grupo Artplan.

[A Ana Paula é uma mulher trans e foi acolhida pela dona de um salão de beleza, após ter sido vista comendo comida do lixo. Tatiana criou uma vaquinha online para ajudar a moradora de rua a recomeçar sua vida do zero, saiba como ajudar aqui.]

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Do total de acessos, 14% foram contabilizados pelo site do EMPREGARE, 10% pela plataforma LinkedIn, 8% pelo site da Artplan e os 68% restantes estão direcionados aos demais canais, que também podem reverberar pelo boca a boca. Após a primeira etapa de seleção, os candidatos seguem para as demais fases do processo, como testes situacionais e de competências, para só então chegarem na fase de entrevistas via videocall ou presencial.

“É um processo que foca muito mais nas experiências do que nos títulos/status em si”, relata Rachel Rimoli, Gerente de Business Intelligence da Artplan.

seleção às cegas agência trabalho
Pedro Malheiros é um homem trans e participou da Seleção às Cegas. Hoje, é Assistente de Direção de Arte da agência

A EMPREGARE.com também desenvolveu um selo dado às empresas que é a garantia aos candidatos de que o recrutador em questão está recebendo informações neutras, que não possam ser caracterizadas como discriminatórias.

“Ano passado me entendi e me assumi como homem trans e um dos meus maiores receios foi sofrer algum tipo de preconceito dentro do ambiente de trabalho, a começar pelo processo de seleção às cegas. Sempre me dediquei muito na minha área e vivo em constante busca de crescimento profissional e pessoal. Fui contratado por causa das minhas competências e das minhas habilidades, graças ao processo de Seleção às Cegas. Em nenhum momento minha identidade de gênero foi um fator determinante”, afirma Pedro Malheiros, Assistente de Direção de Arte da agência.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

seleção às cegas agência trabalho
“Em nenhum momento minha identidade de gênero foi um fator determinante.”

“Completar 1 ano desse recrutamento é um motivo de grande orgulho para nós. Uma iniciativa que deu certo e nos leva ao nosso principal objetivo: estar entre as líderes no debate de transformação do nosso mercado”, finaliza Rodolfo Medina, presidente da Artplan.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

crédito das fotos: Reprodução

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta aqui? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,067,715SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Marca slow fashion usa lonas e redes tirados do mar para criar coleção

Entre as peças, estão blazers feitos a partir de lonas descartadas de barcos e bolsas que utilizam como matéria-prima redes de pescas.

Família compra material escolar para irmãos que catavam papelão

Os garotos catavam papelão para comprar o material escolar deste ano.

Virada Sustentável chega em sua 5ª edição com programação especial em São Paulo

Já adiantamos aqui em outro post o app oficial da Virada Sustentável, o maior Guia Interativo de Sustentabilidade. E agora, o evento que chega em...

Para promover a aprendizagem colaborativa, coletivo baiano lança rede social “Ubuntu”

Na língua Zulu, “Ubuntu” quer dizer “Eu sou porque nós mesmos”. A proposta da nova rede social lançada pelo coletivo baiano Desabafo Social (do...

Psicólogos atendem online e de graça mães de crianças com deficiência

O momento é certamente um dos mais desafiadores da humanidade. E particularmente desafiador para mães de crianças com deficiência. Na plataforma da Gooders, startup que...

Instagram

“Seleção às Cegas”: agência recruta candidatos excluindo idade, gênero ou estado civil 2