Pela 1ª vez em 240 anos, águias-rabalvas dadas como extintas são vistas na Inglaterra

Por séculos, as águias-rabalvas foram caçadas e perseguidas pelos seres humanos. Grande parte do seu habitat natural foi contaminado ou ocupado por nós, desde o norte da Europa até a Ásia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No Reino Unido – formado por Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, essas imponentes aves quase foram extintas.

Felizmente, de forma triunfante, elas estão retornando – aos poucos.

águias-rabalvas são vistas novamente inglaterra
Foto: Mike Crutch/Forestry England

O Razões tem seu próprio podcast para espalhar boas notícias, ouça os episódios na sua plataforma favorita clicando aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Até 2001, essas águias eram dadas como extintas na região do Parque National Glenveagh, na Irlanda, quando, com a ajuda da ONG Golden Eagle Trust, foram reintroduzidas no ecossistema, recuperando sua população.

Já na Inglaterra, as águias-rabalvas haviam sido declaradas extintas das costas e falésias após séculos (!) sem serem vistas. Até que algo incrível aconteceu: um espécime foi visto sobrevoando a cidade de York e ‘reconhecendo’ o local.

águias-rabalvas são vistas novamente inglaterra
Foto: Emma Thurlow/Roy Dennis Wildlife Foundation

De fato, esta é a primeira vez em 240 anos que uma águia-rabalva é vista em território inglês! 😱

Ajude reserva ambiental do Amapá a não fechar as portas. Clique aqui e saiba como ajudar!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Trabalho de preservação

Isso se tornou possível graças a um trabalho conduzido pelas ONGs Roy Dennis Wildlife Foundation e pela Forestry England, que, por cinco anos, trabalharam ativamente para proteger as aves em outros territórios e incentivar alguns casais a retornarem para seu antigo lar e acasalarem.

“Passei boa parte da minha vida trabalhando na reintrodução desses pássaros incríveis e, por isso, vê-los subir aos céus da Ilha de Wight foi um momento verdadeiramente especial”, disse Roy Dennis, o homem por trás do plano de recuperação da espécie.

“O estabelecimento de uma população de águias-rabalvas no sul da Inglaterra ligará e apoiará as populações emergentes dessas aves na Holanda, França e Irlanda, com o objetivo de recuperar as espécies na metade sul da Europa. A equipe está satisfeita pelo projeto ter cumprido um dos objetivos do plano ambiental antes do prazo estabelecido pelo governo”, concluiu.

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: GNN

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,835,148SeguidoresSeguir
24,725SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Alisa não, mãe! Fotógrafa cria projeto que valoriza os cachos das crianças

Segundo a fotógrafa Carolina Castro apenas quatro de 10 meninas de cabelo crespo e cacheado acham seu cabelo bonito e que as meninas são sete...

Mulher se separa e ganha “festa do divórcio” das melhores amigas!

Quem tem amigos tem tudo! Uma das frases mais certeiras da vida! E, Nicole Niesner que a diga! No mesmo dia em que ela...

Adolescente é adotada a duas semanas de completar 18 anos no DF

Mais do que ganhar um pai e uma mãe, a adolescente Mariana Rocha reencontrou a irmã biológica dela.

Casal de velhinhos doa toneladas de alimentos para hospital

1,2 tonelada de arroz por semana para alimentar pacientes e acompanhantes, mais 280 litros de óleo e 1.050 quilos de açúcar.

Homem paga passagem para morador de rua voltar pra casa em Salvador

Quantas vezes passamos por moradores de rua, e não sabemos a história deles? Alguns podem os chamar de vagabundos, que não querem trabalhar, mas...

Instagram

Pela 1ª vez em 240 anos, águias-rabalvas dadas como extintas são vistas na Inglaterra 2