Após descobrir que entregador pedala mais de 60km para trabalhar, homem mobiliza web para ajudá-lo (SP)

Quando Gersínio, 34, fez o pedido do seu almoço por aplicativo, não imaginava conhecer Vagner, 18, entregador que pedala mais de 60km por dia de bicicleta para fazer suas entregas em São Paulo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O gesto do entregador surpreendeu Gersínio, pois, além de ter feito a entrega de forma rápida, com toda sua gentileza, ele se desculpou diversas vezes por ter ‘demorado’ 30 minutos. Vagner sonha tirar habilitação e ter uma moto para trabalhar, por isso abraçamos essa corrente do bem e criamos sua vaquinha. Clique aqui para ajudar!

View this post on Instagram

A post shared by Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar)

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Corrente do bem para o jovem que trabalha em bicicleta alugada!

Ainda em conversa com Vagner, Gersínio descobriu que o rapaz faz as entregas em uma bicicleta alugada, já que não tem um própria. Assim que o entregador foi embora, Gersínio sentindo que deveria fazer algo para ajudar

Foi aí que ele decidiu publicar a história nas redes sociais. Em poucas horas, uma avalanche de pessoas se prontificaram a ajudar!

vagner pedala 60km por dia para fazer entregas
Foto: arquivo pessoal

Então a busca começou: entre várias ligações para o aplicativo de comida e conversas com a equipe do Razões Para Acreditar, Gersínio conseguiu encontrar Vagner. Agora, depois de encontrá-lo com a ajuda de todos vocês, iniciamos sua vaquinha pela VOAA.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Jovem tem vida difícil e trabalha com bicicleta alugada

Vagner perdeu sua mãe aos 6 anos, vítima de derrame e acabou morando com seu pai. Porém, após a morte da mãe, o pai entrou em depressão e começou a beber. Hoje ele está livre do vício, mas, na época, Vagner não conseguiu morar com ele e saiu de casa.

Aos 15 anos resolveu sair da Bahia e tentar a vida em São Paulo, morou por um ano na casa de um irmão, depois arrumou emprego em uma adega/tabacaria, onde disponibilizaram um quartinho para ele ficar.

Atualmente, Vagner mora com um amigo em uma casa bem simples onde dividem o aluguel de R$ 500. Com a repercussão da história, uma pessoa se propôs a pagar dois meses da parte de Vagner que estava em atraso.

vagner pedala 60km por dia para fazer entregas
Foto: arquivo pessoal

Há dois meses, ele começou a fazer entregas para um aplicativo de comida. Ele percorre, com uma bicicleta alugada, mais de 60km por dia, pagando R$10 por semana pelo aluguel. Para chegar até o local de partida do trabalho, ele usa transporte público.

Seu maior desejo é conseguir tirar sua habilitação e ter uma moto, para conseguir trabalhar mais e poder ajudar seu pai que está sozinho na Bahia. Sua vaquinha na VOAA será destinada para ele realizar seu sonho. Clique aqui e contribua já!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,557,067SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Piloto da Azul retorna para buscar senhora que perdeu voo e precisava ver a mãe na UTI

Atendimento humanizado que fala, né? Um piloto da Azul retornou para buscar uma senhora que perdeu o voo e precisava ver a mãe na...

Jovem que deu o próprio tênis a garoto em metrô ganha calçados de marcas

Além dos presentes, Gabriel recebeu mensagens muito carinhosas de marcas como ArtWalk, Netshoes e Reserva.

Gaúcho ganha direito a licença paternidade de seis meses ao adotar criança

Peterson Rodrigues dos Santos começou a frequentar a organização não-governamental Amigos de Lucas na cidade de Porto Alegre, RS, em 2013, quando tinha 34 anos. O programa...

Foto de idoso empurrando carrinho de paletas comove internautas

Fiderico Sanchez, um senhor de 89 anos, foi fotografado enquanto empurrava seu carrinho de paletas mexicanas em Chicago, nos Estados Unidos. A imagem comoveu...

Ela é a primeira professora com Síndrome de Down da Faixa de Gaza

Hiba Al Sharfa é a primeira professora com Síndrome de Down a dar aulas para crianças portadoras da síndrome na Faixa de Gaza. Uma conquista importante, que merece ser celebrada, pois agora as crianças se sentem representadas na sala de aula.

Instagram