Como você pode ajudar a retirar o óleo nas praias do Nordeste agora mesmo

O derramamento de centenas de toneladas de óleo no litoral nordestino está destruindo a vida marinha a uma velocidade assustadora. Trata-se de um dos maiores desastres ambientais da história recente do Brasil.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

De acordo com informações da Marinha, cerca de 600 toneladas de resíduos tóxicos já foram retirados. O recolhimento tem sido feito em um esforço conjunto de órgãos federais, estados, municípios e voluntários. Muitos voluntários!

Segundo o boletim mais recente do Ibama, lançado na última sexta-feira (19), 2.190 filhotes de tartarugas marinhas foram capturados preventivamente na Bahia e 624, em Sergipe. Há, infelizmente, centenas ou quiçá milhares de animais mortos com o desastre.

Em meio à tragédia, centenas de ações de resgate do Ibama, da Marinha e da Petrobras estão em curso, em parceria com órgãos dos governos estaduais e municipais.

No entanto, somente a ação do Estado não tem sido suficiente

As populações litorâneas têm se organizado de forma independente para retirar o óleo das praias com as próprias mãos, fazendo o possível e o impossível!

Apesar de desencorajada pelas autoridades, diversos grupos da sociedade civil, incapazes de ficarem parados vendo o óleo destruindo as praias, os corais e os manguezais, mobilizam todos os seus esforços na tentativa de reduzirem os danos do derramamento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O desastre colocou em risco o ecossistema e seus meios de vida, baseados na pesca, no cultivo de ostras e mariscos e, principalmente, no turismo ecológico.

Em meio a tudo isso, duas entidades estão se destacando pelos esforços em reduzir o impacto do desastre: o Salve Maracaípe, que atua no litoral de Pernambuco, e o Guardiões do Litoral, no litoral da Bahia.

As organizações não-governamentais lançaram campanhas de financiamento coletivo para cobrir custos de alimentação e deslocamento dos voluntários, equipamentos de EPI, como luvas, galochas e máscaras, sacos plásticos, entre outras coisas necessárias neste momento de emergência. É importante frisar que o óleo é extremamente tóxico.

ajuda óleo praias do nordeste
Voluntários removem mancha de óleo da praia de Tamandaré, em Pernambuco. Foto: STRINGER/REUTERS

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Como ajudá-los

Você pode contribuir com o Salve Maracaípe clicando aqui e com o Guardiões do Litoral aqui.

Caso você não tenha condições de ajudar financeiramente, compartilhe o link das vaquinhas em suas redes sociais. Os grupos atualizam constantemente as condições do litoral: Salve Maracaípe e Guardiões do Litoral.

Leia também:

Aqueles que desejarem doar EPIs ou fornecer outros equipamentos de segurança podem entrar em contato com o Recife Sem Lixo.

Por mais nobre e louvável que seja arregaçar as mangas e limpar as praias por conta própria, é dever do Estado brasileiro e suas instâncias inferiores atuarem com ações efetivas, apoiando essas comunidades. Cobrar ações dos governos é tão importante quando atuar civicamente.

ajuda óleo praias do nordeste
Foto: Clemente Coelho Júnior/Instituto Bioma Brasil

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fontes: Ciclo Vivo/Huffpost Brasil

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,274,824SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Alguns esclarecimentos importantes sobre o boicote à novela Babilônia

Queridos leitores, independente de gostarmos ou não da novela ou mais especificamente, da TV Globo, toda essa história do boicote pra mim parece surreal...

Menino fotografado estudando enquanto vendia legumes recebe ajuda de desconhecido

Uma pessoa apareceu disposta a bancar os estudos do menino.

Momento histórico: violência contra a mulher é tema da redacão do Enem 2015

O tema da redação do Enem deste ano “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira” foi o ponto alto do exame. A...

Cansei de ler notícias ruins e resolvi construir minhas próprias notícias boas

Há aproximadamente dois anos perdi meu emprego, o país estava em crise econômica e política e tudo era muito assustador,  minha “timeline” estava repleta...

Generosidade: homem em situação de rua ganha marmita e a divide com cachorro

Um homem em situação de rua dividiu a marmita que ele ganhou com um cachorro exposto à mesma dureza da vida nas ruas. Um internauta...

Instagram

Como você pode ajudar a retirar o óleo nas praias do Nordeste agora mesmo 1