Desconhecidos levam comida para desempregado que ‘dormiu’ na fila da Receita Federal

O seu Raimundo Nonato virou a noite na fila do posto da Receita Federal de Madureira, no Rio de Janeiro, para receber os R$ 600 do auxílio emergencial do governo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O mestre de obras chegou à Praça Armando Cruz às 19h de terça-feira (14), com as unhas sujas de um bico e pouco dinheiro – só deu para comprar um cacho de bananas, que ele dividiu com os colegas de fila.

“Coloquei minha mochila para servir de sofá para mim, em cima de um caixote. Você entra na internet, não consigo. Como é que a gente vai viver? Tô desempregado há mais de 10 anos, tô vivendo de bico. Eu acho que atrás de mim tem gente com mais dificuldade, mas tenho minha despesa diariamente”, desabafou, emocionado.

desempregado conversa com reportagem posto receita federal
O mestre de obras ‘dormiu’ na fila do posto da Receita Federal de Madureira, no Rio. Foto: Reprodução/Bom Dia Rio/TV Globo

Canal Coronavírus: veja boas notícias, vagas home-office e como ajudar pequenos negócios clicando aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Seu Raimundo está desempregado há 10 anos e vive de bicos. Ele tentou regularizar seu CPF pela internet para receber o auxílio emergencial, sem sucesso. Teve que virar a noite na fila da Receita para resolver o problema.

desempregado chora posto receita federal madureira rio de janeiro
Foto: Reprodução/Bom Dia Rio/TV Globo

Depois de ser atendido, na quarta-feira (15), desconhecidos levaram alimentos e um café da manhã para seu Raimundo. Um deles é o pintor Severino Antônio de Brito Santos.

O Razões tem seu próprio podcast para espalhar boas notícias, ouça os episódios na sua plataforma favorita clicando aqui.

Ele trouxe pão, manteiga e mortadela para o mestre de obras, além de “uma garrafa para ficar de lembrança”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

desempregado recebe doações comida desconhecido posto receita federal
O pintor Severino levou alimentos e um café da manhã para seu Raimundo. Foto: Reprodução/Bom Dia Rio/TV Globo

Emocionado com o gesto, mas sem esquecer dos colegas de fila, Raimundo resolveu compartilhar as doações.

“Se eu pudesse pegar mais para ajudar mais… só Jesus na causa”, ressaltou.

desempregado levanta doações comida recebeu posto receita federal
Generoso, Raimundo resolveu compartilhar as doações com os colegas de fila e promoveu uma rede de solidariedade. Foto: Reprodução/Bom Dia Rio/TV Globo

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Outros moradores da vizinhança que também viram o desabafo de Raimundo levaram café, refrigerante e comida para quem estava na fila.

Emprego

A reportagem do Bom dia Rio (TV Globo) conversou por telefone com uma empresária que quer oferecer um emprego para o mestre de obras.

Raimundo, pai de uma filha que cursa Medicina, foi chamado para conversar e pode ser contratado imediatamente!

Plataforma dará cachê a 600 a maquiadores autônomos que estão sem trabalhar por causa da Covid-19, saiba mais clicando aqui.

Auxílio Emergencial

O benefício é uma proteção emergencial para trabalhadores informais, Microempreendedores Individuais (MEI), autônomos e desempregados durante a pandemia do coronavírus. A solicitação deve ser feita no site da Caixa Econômica Federal, aqui.

Fila no posto da Receita Federal. Foto: Reprodução/Bom Dia Rio/TV Globo

Mercado Solidário

Bora ajudar um trabalhador autônomo? A VOAA, vaquinha do Razões, lançou o Mercado Solidário. Lá, você pode comprar produtos e serviços de trabalhadores autônomos, mas sem receber o produto/serviço. Clique aqui.

Fonte: G1

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,558,019SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Menino pede comida em carta para o Papai Noel e PMs atendem pedido

"Me deu um nó na garganta. Nós temos filhos, e é muito triste ver uma criança pedindo comida para a família", disse um dos policiais.

Cavalo de apenas 2 semanas vive espalhando sorrisos e está encantando a internet

Quem disse que os animais também não podem sorrir? Diferente de nós, a risada dos animais é mais sutil, mas, sim, é claro que...

Projeto Biografias Coletivas traz histórias inspiradoras de empreendedoras da periferia de SP

O projeto transformou as histórias de cinco empreendedoras da periferia de São Paulo em livros.

Fã com câncer pergunta a Pabllo Vittar onde ela compra suas perucas, e olha o que ela fez

Pabllo Vittar, pra quem não conhece, é uma cantora drag queen simplesmente maravilhosa, e quem vem fazendo sucesso extraordinário e mostrando que continua humilde...

Mulher, negra e paraense transforma falência de empresa em oportunidade para mudar sua vida e de outras mulheres

E o que é empreender senão recomeçar? Dois verbos que Rosilea, 53 anos, conjuga bem desde nova, superando desafios, tropeços e surpreendendo os incrédulos....

Instagram