Alisa não, mãe! Fotógrafa cria projeto que valoriza os cachos das crianças

Segundo a fotógrafa Carolina Castro apenas quatro de 10 meninas de cabelo crespo e cacheado acham seu cabelo bonito e que as meninas são sete vezes mais propensas a amar a textura dos cabelos se as pessoas ao seu redor amarem também. Logo, ela pensou que a melhor forma de empoderá-las é o exemplo, deveria fazer algo para promover o bem-estar e aceitação. Assim nasceu o projeto Alisa não, mãe!  para valorizar a beleza natural.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

São fotos e depoimentos de famílias que já sofreram algum tipo de preconceito por causa de seus cabelos.

A própria Carolina é mãe de duas meninas, e quer que seu trabalho e essa troca seja um diálogo com outras mães sobre como lidar com situações de discriminação.

Já foram realizados dois ensaios e já tem várias outras meninas interessadas em participar do movimento.

Veja essas lindas, lindas, lindas fotos:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

alisa_nao_mae

alisa_nao_mae1

alisa_nao_mae2

alisa_nao_mae4

alisa_nao_mae5

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

alisa_nao_mae6

alisa_nao_mae7

alisa_nao_mae8

alisa_nao_mae9

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: Catraca Livre

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Neta cuida de avó desde o diagnóstico do Alzheimer: ‘Me chama de mãezinha’

A forma mais bonita de corresponder todo o amor recebido dos nossos pais e avós é poder cuidar deles quando eles necessitam. A ativista humanitária...

Crowdfundind pretende criar clube de coloristas

O fenômeno editorial dos livros para ler vai muito além dos rótulos “anti-estresse” ou “combate à insônia”, explica a ilustradora Lady Guedes, que...

Aprovada em Medicina com livros emprestados agora retribui ajuda que recebeu

Para mostrar que esse papo de meritocracia é uma furada.

O namorado também raspa a cabeça para dar força para a namorada em quimioterapia

Quando a Camila começou a fazer quimioterapia, seu namorado Diovane também raspou a cabeça como gesto de apoio e solidariedade. Ela venceu o câncer...

Britânico de 15 anos cria teste que detecta Alzheimer 10 anos antes dos primeiros sintomas

O britânico Krtin Nithiyanandam, estudante da cidade de Epsom, Surrey, tem apenas 15 anos, mas já conseguiu criar um teste que consegue identificar a...

Instagram

Alisa não, mãe! Fotógrafa cria projeto que valoriza os cachos das crianças 2