Aluna de escola pública desenvolve monitor cardíaco para evitar acidentes com sonâmbulos

Visando o futuro na área médica, uma aluna de escola pública de São Paulo desenvolveu um monitor cardíaco para sonâmbulos evitarem acidentes no meio da noite. A ideia de Nathália Souza de Oliveira, de 17 anos, foi parte de uma iniciação científica da Escola Estadual Alexandre Von Humboldt.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Interessada pela neurologia, a estudante sempre mirou na medicina como profissão. Durante a Feira de Ciências, viu uma oportunidade de experimentar um pouquinho do que poderia fazer para ajudar ao próximo. Em suas pesquisas, notou que o distúrbio benigno do sono não é tratado como doença, mas pode ser prejudicial devido aos incidentes noturnos.

Contando com o auxílio dos professores, ela pode perceber que os sonâmbulos possuem a mesma frequência cardíaca de uma pessoa acordada em atividade. Enquanto dormimos, os números ficam entre 40 e 70 batimentos por minuto. Ao despertar, podem chegar a 110. Com o monitoramento, é possível identificar os movimentos que a pessoa está fazendo.

Leia também: Alunos da USP constróem carro elétrico capaz de cruzar o país com 5 reais

O dispositivo, que é como uma pulseira ou relógio, vem com um sensor cardíaco acoplado em uma placa de Arduíno, usada para programar comandos, e uma placa de Bluetooth para enviar sinais a um app para computador ou smartphone. Quando a pessoa com o distúrbio se levanta, o monitor envia um sinal para a família, alertando que está acordada.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O trabalho feito ao longo de um ano ainda não foi testado em sonâmbulos, apenas na equipe. Agora eles buscam parceiros para aprimorar o protótipo, que já está em avanços, com um circuito próprio numa placa de cobre em desenvolvimento, além de um aplicativo.

Leia também: Estudantes em Cuiabá reaproveitam peças de bicicleta para criar cadeira de rodas

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,572,055SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Conheça Alex Peres, de traficante da Rua Augusta a um dos barbeiros mais renomados de SP

A arte da barbearia o salvou dos dias difíceis na prisão e o ajudou a recomeçar.

Mulher diz que ter 3 irmãos autistas a deu certa vantagem de vida

"Quando criança, eu já entendia compaixão e podia dizer instantaneamente se outro garoto ao meu redor era deficiente ou autista, e eu os trataria com gentileza"

Nova rede social conecta pessoas com deficiência para ampliar interação e troca de informações

Segundo a ONU, existem cerca de 1 bilhão de pessoas com algum tipo de deficiência no mundo. Muitas vezes, elas utilizam fóruns na internet...

Esse texto vai fazer você enxergar o Brasil com outros olhos

Eu tenho escutado muito por aí: “o Brasil não tem jeito mesmo. ” Como assim não tem jeito? Tem gente que ainda não percebeu...

Milagre: irmãos recebem transplante de coração no mesmo fim de semana em Botucatu

Gustavo e Paloma nasceram com uma doença genética rara que atinge o coração: a Doença de Danon. Mas do dia pra noite, com apenas...

Instagram