Alunos desenvolvem aplicativos de preservação e valorização do Cerrado

Para retratar um dos maiores biomas brasileiros em suas diversas características, os professores de Geografia e Arte do​ sétimo ano do Ensino Fundamental II do Colégio Internacional Ítalo​ Brasileiro, em Moema, se uniram e desenvolveram um projeto de aplicativos do Cerrado Infinito.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Segundo o professor de Geografia Alexandre Lins, “o objetivo da atividade é resgatar a importância do cerrado como bioma formador de São Paulo e ressaltar a importância da sua preservação para a vida na metrópole”.

O processo de criação dos aplicativos do Cerrado

Na primeira fase do projeto, os estudantes vivenciaram o cerrado paulistano em visita ao Cerrado Infinito da Praça da Nascente, no bairro da Pompéia, uma recriação artística promovida pelo artista plástico Daniel Caballero, com base de plantas coletadas em terrenos baldios da cidade.

“A imersão no cerrado foi fundamental para a identificação e descrição das espécies e organização no ambiente virtual”, explica a professora de Arte Sabrina Quarentani.

Assim, foram criados 11 aplicativos, que viajam pelas localidades do cerrado e exploram as paisagens, fauna, flora e causas do desmatamento do domínio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fotografias do bioma e análises das transformações do espaço como consequência da relação natureza-sociedade também estão entre os conteúdos encontrados no App.

A plataforma gratuita e aberta Fábrica de Aplicativos hospeda os 11 aplicativos do projeto interdisciplinar Cerrado Infinito.

O download é gratuito e disponível para Android e IOS. É só acessar o link https://goo.gl/f5kIRu

Os Apps Google For Education Google Earth, Arts & Culture, Classroom e Expeditions também foram utilizados para o desenvolvimento do projeto.

Sobre o Weducation

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Weducation engloba algumas das escolas mais tradicionais de São Paulo – o Colégio Internacional Vocacional Radial, no bairro do Jabaquara, o Colégio Internacional Ítalo Brasileiro, em Moema, e o Colégio Internacional EMECE, na Pompeia. O Colégio Mater Dei, com unidades nos Jardins, em São Paulo, e em São José dos Campos, é associado – a primeira escola do mundo a sediar o Google Learning Space.

cerrado cerrado

Fotos: Divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,993,160SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Após 30 anos, filha com deficiência reencontra mãe biológica graças a desabafo nas redes sociais

Um vídeo descompromissado divulgado nas redes sociais acabou unindo mãe e filha que não se viam há 30 anos. Na segunda-feira passada (22), a influencer...

Atleta de MMA ganha cirurgia para a filha após lutar para pagar a operação: “agradeço demais”

Um médico sensibilizado com a história do atleta realizou a cirurgia que sua filha precisava de graça: “Estou muito feliz, não há palavras para agradecer".

Marido colhe secretamente a urina da esposa e a surpreende com anúncio de gravidez

Um anúncio de gravidez geralmente é o momento em que o homem recebe a notícia de forma surpreendente, e isso rende vários vídeos incríveis,...

Dono de ferro-velho dá bicicleta a menino que vendia latinhas

Rhian, 10 anos, foi lá vender seis sacos de latas e arrecadou R$21. Ele juntava dinheiro para consertar sua bicicleta estragada. "Coé mototáxi, me cobra...

Escoteiras usam drones do Google para entregar biscoitos em meio à pandemia

Na cidade de Christiansburg, na Virgínia (EUA), biscoitos feitos por um grupo de escoteiras estão literalmente caindo do céu. Calma que a gente explica! As...

Instagram