Alunos desenvolvem aplicativos de preservação e valorização do Cerrado

Para retratar um dos maiores biomas brasileiros em suas diversas características, os professores de Geografia e Arte do​ sétimo ano do Ensino Fundamental II do Colégio Internacional Ítalo​ Brasileiro, em Moema, se uniram e desenvolveram um projeto de aplicativos do Cerrado Infinito.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Segundo o professor de Geografia Alexandre Lins, “o objetivo da atividade é resgatar a importância do cerrado como bioma formador de São Paulo e ressaltar a importância da sua preservação para a vida na metrópole”.

O processo de criação dos aplicativos do Cerrado

Na primeira fase do projeto, os estudantes vivenciaram o cerrado paulistano em visita ao Cerrado Infinito da Praça da Nascente, no bairro da Pompéia, uma recriação artística promovida pelo artista plástico Daniel Caballero, com base de plantas coletadas em terrenos baldios da cidade.

“A imersão no cerrado foi fundamental para a identificação e descrição das espécies e organização no ambiente virtual”, explica a professora de Arte Sabrina Quarentani.

Assim, foram criados 11 aplicativos, que viajam pelas localidades do cerrado e exploram as paisagens, fauna, flora e causas do desmatamento do domínio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fotografias do bioma e análises das transformações do espaço como consequência da relação natureza-sociedade também estão entre os conteúdos encontrados no App.

A plataforma gratuita e aberta Fábrica de Aplicativos hospeda os 11 aplicativos do projeto interdisciplinar Cerrado Infinito.

O download é gratuito e disponível para Android e IOS. É só acessar o link https://goo.gl/f5kIRu

Os Apps Google For Education Google Earth, Arts & Culture, Classroom e Expeditions também foram utilizados para o desenvolvimento do projeto.

Sobre o Weducation

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Weducation engloba algumas das escolas mais tradicionais de São Paulo – o Colégio Internacional Vocacional Radial, no bairro do Jabaquara, o Colégio Internacional Ítalo Brasileiro, em Moema, e o Colégio Internacional EMECE, na Pompeia. O Colégio Mater Dei, com unidades nos Jardins, em São Paulo, e em São José dos Campos, é associado – a primeira escola do mundo a sediar o Google Learning Space.

cerrado cerrado

Fotos: Divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,646,763SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Nesse hotsite especial agrupamos vagas home office para ajudar você

Por conta do coronavirús, as empresas estão adotando o home office para driblar a crise. Para ajudar você que perdeu ou busca por um...

Pais criam cadeirinha de rodas caseira para filha de 1 ano ter mais liberdade

A pequena Evelyn Moore, de 1 ano de idade, foi diagnosticada com um câncer na espinha quanto tinha apenas 4 meses. O tumor estava esmagando...

Com ajuda de vaquinha, mulher que anunciou faxina por R$ 20 empreende e inaugura sua própria loja

A história da Liliane comoveu muita gente! Ela fazia faxina por R$ 20 pra não faltar comida para os três filhos pequenos. A gente torceu...

Ação promove novas amizades entre desconhecidos nos ônibus de RS

Quantas amizades começaram com um "Será que vai chover?" ou uma conversa banal sobre a novela de ontem. Com esse pensamento foi colocado nos...

Menino de 13 anos usa redes sociais para salvar negócio da família em BH

Um menino de 13 anos (isso mesmo, 13 anos!), ajudou a salvar o negócio do pai com uma boa dose de iniciativa. Ao ver...

Instagram