Alunos aprendem a ler e escrever em Braille para acolher colega cega que fugiu da Síria

Olha só que iniciativa legal liderada pela professora Elena Venturini, da província de Bolonha, na Itália: ela ensinou Braille para toda sua turma poder ajudar e acompanhar uma colega cega que veio da Síria, para que ela se sinta mais acolhida.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Agora, os estudantes do ensino médio da Escola Vegetti, na província de Vergato, sabem ler e escrever usando o sistema de escrita tátil.

De acordo com a professora Elena, a ideia era aproximar a classe como um todo e claro, integrar a estudante com deficiência visual à rotina de tarefas. Isso foi possível através do projeto escolar “Erasmus+Solidarité”, cujo lema é “se colocar no lugar do próximo e aprender algo em prol dele” – no caso, o Braille.

alunos aprendem braille acolher colega cega

A adolescente fugiu da guerra na Síria há dois anos com a família, e vinha encontrando dificuldades em se integrar à nova escola.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com a ajuda de Elena e da professora francesa Mariateresa Verderame, que coordenou o projeto, os alunos organizaram um workshop de aprendizado do isstema tátil.

alunos aprendem braille acolher colega cega

Em entrevista ao portal Corriere Bologna, a professora Mariateresa disse que a estudante síria ficou muito feliz com a iniciativa dos companheiros, acrescentando que aqueles que sofrem de alguma deficiência sempre sente, que “falta algo”.

Neste caso, o fato de a família ter vivido a guerra, marcou a menina com cicatrizes profundas, que precisam ser melhor cuidadas.

A julgar pelo entusiasmo com que os alunos têm abordado este projeto, os professores têm a certeza de que eles serão mais sensíveis e que crescerão mais conscientes!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Veja também:

Fonte: Positizie
Fotos: Reprodução / Positizie

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM







Alunos aprendem a ler e escrever em Braille para acolher colega cega que fugiu da Síria 3

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,077,412SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Passageiros poderão pagar corridas de Uber com Bilhete Único em SP

O Uber já estrelou algumas matérias do amor infinito aqui, como quando eles levaram água potável para moradores de Governador Valadares (MG) ou trasnportaram cães à...

Mulheres indígenas plantam 150 mil árvores nativas na Amazônia equatoriana

Mulheres indígenas estão liderando a regeneração de uma área importante da Amazônia equatoriana. A ação, que realizou o plantio de 150 mil árvores, cobre...

Cerveja Corona cria manifesto contra a poluição e vai reciclar o equivalente a 287 milhões de garrafas descartáveis

Imagine um mundo sem plástico: é esse o convite de Corona na Semana Mundial dos Oceanos. A cerveja segue agindo pela proteção dos mares e...

Rede social brasileira voltada para pacientes com doenças crônicas trocarem informações

Quando bem utilizada, a tecnologia pode nos ajudar a construir um mundo melhor. Pena que nem sempre isso acontece: verdade seja dita. O desenvolvimento...

Menina dá seus primeiros passos após médicos dizerem que ela nunca andaria

Os médicos realmente acreditavam que um anjinho chamado Felicity nunca andaria? A pequena Felicity Edgar mostrou que eles estavam errados. Felicity (“Felicidade”, em português) mora...

Instagram

Alunos aprendem a ler e escrever em Braille para acolher colega cega que fugiu da Síria 4