Alunos se mobilizam para construir biblioteca em bairro carente de Cotia (SP)

Um grupo de estudantes da Faculdade de Tecnologia (Fatec) de Cotia, em São Paulo, desenvolveu um projeto educacional voltado à comunidade do Jardim Nova Cotia, bairro carente do município. Cotia também é a cidade do “Homem-Aranha de Cotia”, que está numa dura missão para custear o casamento com sua Mary Jane, clique aqui e saiba como ajudar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Batizada de “Cantinho da Leitura”, a iniciativa visa revitalizar o local que pertence à Associação Amigos de Bairro, além de criar uma biblioteca comunitária para crianças e jovens, entre outros projetos pedagógicos.

De acordo com os organizadores, a ideia é fazer com que o espaço se torne mais acolhedor e atrativo para as crianças da região, estimulando a busca pela leitura e o aprendizado. Para isso, o projeto necessita de doações financeiras.

“Estamos contando com o apoio de amigos, empresas e voluntários para execução de manutenção predial, reforma e organização do espaço”, diz o grupo, que pede também doações de materiais escolares, além de lâmpadas e pallets para a montagem de estantes dos livros.

Alunos se mobilizam para revitalizar prédio e construir biblioteca em bairro carente de Cotia (SP)

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A Associação Amigos de Bairro nasceu em 1999 preocupada com a inclusão sociocultural dos jovens e das crianças do bairro. Nos últimos vinte anos, os membros do grupo construíram um espaço que serviu, de início, para abrigar famílias em extrema carência, em períodos de frio e chuva.

Aos poucos, a ideia foi potencializada. Os associados investiram em atividades de fonte de renda para as famílias, principalmente no trabalho de reciclagem, que contribuiu consideravelmente com a limpeza da região.

Leia também: 

Voltadas aos jovens e às crianças, atividades de recreação, como esporte, música, aulas de reforço escolar, entre outras, foram oferecidas durante um bom tempo.

A Prefeitura de Cotia chegou a disponibilizar um terreno onde foi construído o atual prédio da associação que atendia uma média de 50 crianças por dia com atividades escolares. No entanto, segundo os moradores, a atual gestão municipal encerrou o apoio ao projeto que, aos poucos, foi perdendo seus voluntários, paralisando todas as atividades na associação.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: Revista Circuito/Foto: Reprodução

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,266,727SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Paraense se declara para marido que a busca no trabalho de bicicleta e viraliza

Um desabafo da paraense Carla Rovene viralizou nas redes sociais neste último domingo (23). Numa publicação em seu perfil pessoal, ela fez uma declaração...

Curitiba vai duplicar estrutura cicloviária com mais 200 km de vias até 2025

Por The Greenest Post Curitiba tem a meta de chegar a 408 km de estrutura cicloviária implantados até 2025. A ampliação em 200 km da atual malha de vias...

Atos de bondades para iluminar sua semana

Encontre inspiração para espalhar a felicidade. Veja recados de pessoas que usaram seu tempo para alegrar o dia de um estranho. Atos Aleatórios de Gentileza Olá, Eu...

Idosa fica desolada após ter produtos apreendidos e internautas fazem vaquinha para ajudá-la (TO)

A dona Raimunda sobrevive vendendo lanches na rua, em Palmas (TO). Fiscais da Prefeitura apreenderam todos seus produtos, até um pano de prato que ela tinha acabado de comprar. Desolada, está sem trabalhar desde o acontecido.

Ivete Sangalo para trio para comprar isopor destruído de ambulante arrasada

“Nem chore, minha irmã, porque é assim mesmo”, disse Veveta, tranquilizando a ambulante.

Instagram

Alunos se mobilizam para construir biblioteca em bairro carente de Cotia (SP) 3