Alunos do CE transformam capacete de construção civil em sensor de movimento para deficientes visuais

Alunos da Escola Júlia Alenquer Fontenele, de Pindoretama (CE), transformaram um capacete de construção civil em sensor de movimentos para pessoas com deficiência visual.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O protótipo foi semifinalista do Prêmio Respostas para o Amanhã, iniciativa global da Samsung que desafia alunos e professores da rede pública a desenvolverem soluções para problemas locais com experimentação científica e/ou tecnológica por meio da abordagem STEM (sigla em inglês para Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática)

A peça de EPI (Equipamento de Proteção Individual) foi a base do protótipo, que está em ajustes e utilizará materiais simples em sua composição, como Papel Paraná (com espessura inferior a 2 milímetros), placas de E.V.A (espuma vinílica acetinada), sensor de infravermelho, bateria de 9 volts e cabo de alimentação.

Alunos do CE transformam capacete de construção civil em sensor de movimento para deficientes visuais 1
Foto: Divulgação

Um sensor detectará movimentações a dois metros de distância, com uma lógica similar a de sistemas de carros, mas, em vez de apito, um motor de corrente contínua faz com que o portador de deficiência visual seja avisado por uma vibração sentida em seu braço.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Um familiar de um dos alunos que integra o projeto enxerga parcialmente e nos inspirou, voluntariando-se para todos os testes. Nossa proposta é montar um sensor com materiais simples. O objetivo é a pessoa com deficiência visual se locomover com mais facilidade utilizando um material de baixo custo”, explica Igor Costa Cajaty, professor de Química do Ensino médio da escola e responsável pelo projeto, que leva o nome de TAAPDV: Tecnologia Assistiva Acessível para Pessoas com Deficiência Visual.

Alunos do CE transformam capacete de construção civil em sensor de movimento para deficientes visuais 2
Foto: Divulgação

Em sua sétima edição, o Prêmio Respostas para o Amanhã mobilizou 1749 estudantes, 997 professores e 303 escolas públicas de diferentes cidades e estados do País. Foram avaliados 521 projetos, sendo 202 (38,8%) da região Sudeste, 174 (33,4%) do Nordeste, 81 (15,5%) do Norte, 37 (7,1%) do Centro-Oeste e 27 (5,2%) do Sul.

Os temas mais explorados foram educação, infraestrutura urbana ou rural (com soluções para mobilidade e acessibilidade) e saúde (projetos envolvendo bem-estar, alimentação e combate à fome).

Alunos do CE transformam capacete de construção civil em sensor de movimento para deficientes visuais 3
Foto: Divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“O Prêmio Respostas para o Amanhã é referência por estimular jovens de todo o País a desenvolverem soluções como a que encontramos nesse projeto de Pindoretama, no Ceará. O foco do programa em demandas sociais expõe toda a capacidade de transformação quando se trabalha juntando educação e inovação”, afirma Isabel Costa, Gerente de Cidadania Corporativa da Samsung Brasil.

“Os projetos participantes do Prêmio Respostas para o Amanhã mostram como professores, estudantes e a sociedade como um todo ganham quando a escola pública cumpre seu papel social, promovendo a aprendizagem e a inovação para além de seus muros e transformando conhecimento teórico em prática social”, avalia Ana Cecilia de Arruda Chaves, Coordenadora de Programas e Projetos do CENPEC Educação.

[Nota da Redação]

Mulher trans cuida do irmão como se fosse um filho:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,805,462SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

A educadora Linda Brasil é a primeira vereadora trans eleita em Aracaju (SE)

E a Câmara Municipal de Aracaju vai ter uma cadeira ocupada por uma mulher transexual, em 2021. Linda Brasil, educadora afiliada ao PSOL, foi...

Artista plástica cria robôs adoráveis com materiais descartados

Adoráveis até no nome, os brinquedos conscientizam crianças de escolas de Santa Catarina sobre o problema do lixo de maneira lúdica.

Cissa Guimarães faz linda homenagem ao filho Rafael que completaria 25 anos

É impossível mensurar a dor da perda de um filho, das pessoas que já passaram por isso, não conseguem descrever tamanha dor e vazio...

Corrente do bem realiza sonho de menino com poliomielite de dar seus primeiros passos (SP)

Aos 13 anos, Luan Pereira da Silva sabe muito bem o que é levar a vida sempre com um sorriso no rosto apesar das...

Instagram

Alunos do CE transformam capacete de construção civil em sensor de movimento para deficientes visuais 5