Instituto Federal de Jacarezinho permite que aluno escolha matérias: ‘Eles são os protagonistas’

No Instituto Federal de Jacarezinho, no norte do Paraná, os alunos são protagonistas e gerenciadores de sua própria grade curricular, organizando-a de acordo com seu interesse.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A proposta inovadora do corpo pedagógico reflete o objetivo dos IFs: a formação técnica e tecnológica com excelência de seus alunos.

Os professores decidiram fazer a mudança na grade curricular há quatro anos, quando perceberam que os alunos estavam sob forte estresse.

“O corpo docente é altamente qualificado, professores com título de mestrado e doutorado, o nível de exigência era muito alto, com trabalhos de conclusão de curso no nível de iniciação científica de graduação”, avalia o professor David José de Andrade Silva, um dos responsáveis pela transformação curricular do Instituto. “Buscamos outras formas de pensar a educação.”

No IF de Jacarezinho, o ensino médio é integrado ao técnico. Assim, os estudantes devem cursar as matérias exigidas pela legislação, mas no novo currículo, eles têm autonomia para escolher o que e quando cursar. Obviamente, esse processo não é solto, pois um professor tutor acompanha as escolhas e orienta seu aluno.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foto: Arquivo pessoal

“Os alunos são os protagonistas”

“O estudante monta o cronograma de estudos, o que significa que ao final do curso, cada um terá um histórico próprio”, explica. “A individualidade de cada um é respeitada e, ao mesmo tempo, não está desconectada da coletividade, uma vez que cursa matérias com um grupo que tem o mesmo interesse.”

Os projetos de extensão estimulam os estudantes a levarem para a sua comunidade os benefícios dos seus estudos e pesquisas. Uma turma, por exemplo, desenvolveu um software de mapeamento de problemas urbanos, como focos de dengue na região.

Leia também:

O Grêmio Estudantil do IF também desenvolve ações comunitárias, como o Balaio Cultural, uma espécie de sarau com oficinas e apresentações culturais de estudantes, professores e da própria comunidade.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foto: Divulgação

“O aluno que antes passava 5 horas sentado, agora participa da comunidade, também é mais estimulado a pensar, refletir e precisa ter foco para montar estratégias para cumprir a meta de carga horária”, explica David.

O Razões e o Educa Mais Brasil te ajudam a conseguir bolsa de estudo para cursos técnicos e profissionalizantes, cursos de idiomas, entre outras, clique aqui.

O novo modelo também é bastante interessante para os professores, pois eles podem explorar sua criatividade e elevar o nível de interesse dos alunos pelas aulas. Como a grade é organizada por áreas, os professores de exatas, por exemplo, precisam manter um diálogo constante e fazer um planejamento coletivo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Por fim, os alunos são acompanhados constantemente, até para investigar os potenciais motivos de desistência. “Temos um protocolo de acolhida, buscamos sempre aperfeiçoar a abordagem.”

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: R7

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,857,801SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Plataforma oferece assessoria jurídica gratuita a mulheres vítimas de violência doméstica

Inspirada na personagem bíblica Raquel e na história de vida da idealizadora, a plataforma ajuda mulheres que sofrem violência a reescreverem sua história!

Bebê se emociona ao ver sua mãe cantar

A voz da mãe é impecável, qualquer um poderia se emocionar. Mas e se fosse sua mãe cantando especialmente pra você? Este bebê de...

Esse já é o melhor comercial sobre o Dia da Mulher deste ano

As campanhas do Dia da Mulher quase sempre são relacionadas aos estereótipos que tanto temos batalhado para não existirem mais. A questão é que o...

Menino que montou lira com restos de materiais ganha instrumento novinho da PM

O estudante Lázaro da Silva Pereira, de 12 anos, viajou 53 quilômetros, de São Fidélis (RJ) até Campos dos Goytacazes para receber um presente,...

Jogadores de Pokemon Go encontram e resgatam 27 animais

Sara Perez e Matthew estavam caçando pokémons na região sul de Houston, nos Estados Unidos. Enquanto cumpriam sua missão, eles encontraram uma gaiola abandonada...

Instagram