Universitários homenageiam cão que “frequentava” aulas junto com eles, em Pelotas

Que o cão é o melhor amigo do homem, nós temos certeza. Mas como demonstrar todo o nosso agradecimento por esses animais tão fiéis e amorosos, que nunca nos deixa na mão? A turma de biologia da Universidade Federal de Pelotas (Ufpel) fez uma homenagem na formatura tão linda que nós decidimos compartilhar com vocês.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A turma acaba de se formar e, após 5 anos de convivência diária com Orelha, um dos cachorros que vivem no campus da universidade, decidiram que ele também merecia participar da festa de formatura. Depois de conversarem com o diretor da faculdade, Althen Teixeira e receberem autorização, Orelha foi homenageado com uma fotografia ao lado de todos os outros alunos e até menção honrosa na hora do tão esperado discurso na colação de grau.

Orelha é conhecido na universidade e acompanhou os alunos da turma recém formada desde o primeiro até o último dia. Ele costuma receber os alunos na porta de entrada e os acompanha até o ponto de ônibus na hora da saída: “Ele nos recebe na chegada e nos entrega na parada de ônibus na saída. Entra nas salas, assiste às aulas com a gente, acompanha seminários, frequenta os laboratórios”, afirma Cristiane Baptista, “colega” de sala de Orelha.

Quando não estava assistindo aula, Orelha costumava ficar na área externa em uma rodinha de alunos. Amigo de todos e companheiro para todas as horas, o simpático cão merecia ser homenageado e foi exatamente isso que aconteceu: “Autorizei sem problema nenhum. Vi com grande surpresa e grande alegria a iniciativa eles. Esse ensinamento que os jovens nos deram abre o Instituto de Biologia para um outro olhar para essas homenagens. Homenagens muito mais bonitas e reais”, diz o diretor ao ser questionado sobre sua opinião ao G1.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Depois do sucesso que fez a história, muitas pessoas quiseram adotá-lo, mas um dos alunos já disse que ele não está para adoção e que o lugar dele é o campus: “Ele brinca, passa o dia inteiro correndo com os outros cães, então é importante avisar aos fãs do Orelha que ele não está para adoção”, afirma Ítalo Ferreira.

Com informações de G1

Fotos: reprodução RBS TV

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,644,123SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Idoso de 80 anos constrói trenzinho para cães que resgatou das ruas

Um idoso de 80 anos passa seu tempo livre operando o que provavelmente pode ser o trem mais divertido do mundo! O senhor Eugene Bostick...

Cachorrinha resgatada de matadouro se recusa a ficar longe de homem que a salvou

A cachorrinha Sanie viu coisas que animal nenhum mereceria ver. Encolhida em uma gaiola de metal de um matadouro no Camboja, ela assistiu passivamente...

Jovem trabalha todos os dias na companhia de seu cachorro limpando para-brisas no semáforo

Adotar um cachorro é uma dádiva, mas acolher um cachorro em situação de rua um verdadeiro privilégio, o melhor presente que podemos dar a...

Aldeia de pescadores abandonada na China é tomada (de volta) pela natureza

Alguns turistas ainda se aventuram por lá e nos presenteiam com algumas imagens impressionantes, nem parecem reais e poderiam muito bem se passar como um cenário de filme.

E se a lama que devastou Bento Rodrigues fosse usada para reconstruir casas?

A Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) divulgou uma pesquisa mostrando que é possível transformar o lixo de minério que surgiu com o rompimento da barragem...

Instagram