Ambulantes perdem tudo em tumulto no carnaval e desconhecidos cobrem prejuízo

Clique e ouça:

Durante um tumulto no bloco Mascarados, em Salvador (BA), alguns vendedores ambulantes perderam tudo: mercadorias, isopor, TUDO! Felizmente, foi formada uma corrente do bem na internet para arcar com o prejuízo dos vendedores.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mariana Teixeira, estudante de 21 anos, estava festejando no bloco no bairro da Barra, perto do Farol, quando viu o tumulto. “As pessoas foram vindo, aquela aglomeração, e muita gente foi caindo e várias delas caíram por cima do isopor dos ambulantes“, explicou.

Mari disse que várias crianças, filhas dos vendedores, estavam no local. “As crianças vieram para o meu lado chorando e dizendo: ‘Perdemos tudo, ai meu Deus’. Eu segurei elas e virei de costas para o tumulto e de frente para o mar para elas não verem aquelas cenas”, contou.

No meio da confusão, teve gente que aproveitou para pegar as cervejas e os refrigerantes e beber sem pagar. Seis vendedores que ficaram no prejuízo.

Aliás, fizemos uma compilação de algumas das histórias boas que aconteceram no carnaval de 2002, confira aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Produtos de ambulantes acabados depois de tumulto no carnaval
Foto: Reprodução/Instagram @mari_teixeiram

Mari disse que ela, seu namorado, e alguns amigos ofereceram ajuda e logo perceberam o tamanho do prejuízo que os vendedores teriam, afinal, o carnaval estava apenas começando.

“Eles investem tudo o que têm na festa porque é o principal período para tirar uma renda pra eles. Eles estavam desesperados“, disse.

No post abaixo, no Instagram, tem as fotos e vídeo do dia:

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

View this post on Instagram

 

A post shared by Mari Teixeira (@mari_teixeiram) on

 Mariana, então, começou uma campanha no Instagram para ajudar os ambulantes. “Comecei pedindo no meu Instagram e muitas pessoas ajudaram. Arrecadamos R$ 2.900 e muita gente ainda foi lá diretamente nos vendedores e entregou dinheiro para eles em mãos”, disse.

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Mari Teixeira (@mari_teixeiram) em

Com o dinheiro, os ambulantes compraram mercadorias novas. A Ambev, patrocinadora do evento, também se solidarizou e concedeu novos produtos para eles trabalharem. E assim, o carnaval daqueles vendedores foi da tristeza à alegria.

“É como se eu estivesse me ajudando. É alívio e emoção. Eu não sei resumir a sensação que eu tive quando realmente deu certo, mas eu sou só gratidão. Eu precisava ajudar eles de alguma forma, algo no meu coração dizia isso. Eu sou muito grata por todo mundo que se sensibilizou com a causa e que nos ajudou“, finalizou Mariana.

Foliões que ajudaram e ambulantes que tiveram seus produtos perdidos em tumulto no carnaval
Foto: Reprodução/Instagram @mari_teixeiram

Demais, Mari! Parabéns a todos que se solidarizaram com os ambulantes!

[Assim como a Mari e seus amigos, você também pode ajudar um adolescente que foi atropelado por um motorista bêbado e que sonha em voltar a andar usando uma prótese. Criamos uma vaquinha para ele na VOAA. Clique aqui e apoie.]

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

conteúdo original

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,051,784FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
17,392SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Homem com deficiência humilhado por atraso de salgados se surpreende com apoio: “o telefone não para”

Coisa mais linda essa corrente de solidariedade, o Rafael tá sem acreditar! Rafael foi humilhado por um cliente que não aceitou o atraso da sua...

Homem cria “restaurante” 24 horas para alimentar cachorros de rua

João Araújo mora em Palmas, no Tocantins e é gerente de uma loja de peças para motos. Ele sempre se preocupou com os cachorros de rua da...

“Eu quito!”, diz Tatá Werneck para seguidora que desabafou sobre dívidas na pandemia

A Tatá Weneck se ofereceu para pagar as dívidas de uma seguidora depois que ela postou um meme no seu Instagram. O meme é uma...

Jovem ‘zombada’ por vender sacos de lixo para ajudar a mãe não abaixa a cabeça

A estudante de enfermagem Clara Soares, 18 anos, vende sacos de lixo e panos de chão em Ceilândia (DF) para ajudar a mãe. Enquanto batia...

Adolescente recusa oferta de R$ 46 milhões por site sobre Covid-19

O que você faz quando tem 17 anos? Pensa em estudar, curtir a balada, se divertir. Mas, não o Avi Schiffmann. Ele construiu um...

Instagram

Ambulantes perdem tudo em tumulto no carnaval e desconhecidos cobrem prejuízo 14