Após levar ‘bolo’ de amigos em obra de casa, motoboy dá a volta por cima e inicia a construção com vaquinha

A história do motoboy William Ramos movimentou uma linda corrente do bem em outubro do ano passado. Para quem não lembra, ele chamou alguns amigos para ajudá-lo a construir a sua casa, mas ninguém apareceu. Após publicar no Facebook que estava chateado, muita gente se solidarizou e ofereceu ajuda para ele.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Na época, lançamos uma vaquinha na Voaa para ajudar o William a comprar todo o material para a construção, além de contratar mão-de-obra para ajudá-lo a terminar a casa mais rápido. E hoje recebemos a notícia que ele já está levantando a casinha e o melhor, com a ajuda de amigos!

Olha eles aí!

William constrói casa com ajuda de vaquinha

O Alcionildo também está construindo a casa dele sozinho, gente! Esse pai de família perdeu as duas pernas quando era criança e mesmo assim não se deixou abater pela sua limitação fisica! Ele precisa de ajuda! Conheça essa história e contribua para a vaquinha!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Relembre essa história!

Era um domingo e William convidou alguns amigos para ajudá-lo a levantar a sua casa em Belford Roxo (RJ). Alguns confirmaram presença e o motoboy se preparou para a obra, comprou café da manhã para todos, só que ninguém apareceu.

Ele fez um post falando que estava chateado por isso, mas que não tinha desistido e estava lá no terreno, fazendo a construção sozinho!

Veja o post que ele fez no dia:

William constrói casa com ajuda de vaquinha

Após essa publicação, muitos internautas se solidarizaram com o William e se ofereceram para ajudá-lo. O domingo que começou ruim para o motoboy, terminou de uma forma espetacular!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

comentários de ajuda no post de willim
Pessoas de vários lugares se voluntariaram para ajudar William

Na época, também chegamos a conversar com ele sobre todo esse movimento do bem que se formou. William nos contou que não estava esperando que a publicação dele tivesse tanta repercussão e contou que a solidariedade o motivou ainda mais a continuar a sua obra.

Veja a entrevista completa com o William:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Vaquinha arrecada R$ 32 mil para obra

Todo o valor que arrecadamos com a vaquinha em outubro, agora está sendo utilizado pelo William para a compra de materiais e acelerando um pouco mais a construção da casinha dele.

E sabe o que é melhor de tudo isso? Hoje ele conta com a ajuda de vários amigos – dessa vez de verdade!

Ele fez um vídeo para mostrar como está a obra e como se sente feliz em ter ajuda de pessoas de verdade agora!

Dá uma olhada:

A gente torce para que sua casinha fique pronta logo William! Continue!

Selo Conteúdo Original Razões para Acreditar

Seguimos Acreditando!

A equipe da VOAA apura todas as vaquinhas publicadas na plataforma. Acompanhamos as histórias antes, durante e após finalizar as campanhas em nossas redes sociais.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM










Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,811,797SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Garota de 10 anos vítima de bullying recebe linda mensagem de Hugh Jackman

É maravilhoso quando os artistas usam a sua influência para espalhar mensagens boas pelo mundo, como é o caso de Hugh Jackman. Na semana...

Escola americana inclui artes no ensino das disciplinas e resultados impressionam

Enquanto no Brasil a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do ensino médio transformou o ensino de Arte numa disciplina optativa, nos Estados Unidos, uma escola...

Sua debilidade está principalmente na sua mente você é tão debilitado quanto se sente

Conheça Aaron "Wheelz" Fotheringham. Um jovem que superou sua complicada realidade, tendo nascido com a espinha bífida e os médicos não lhe dizendo que Aaron jamais...

Artista “bicha, trans e preta” luta contra um câncer e combate o machismo nas periferias de SP

Diretora da peça “É pra copiar ou reescrever”, apresentada em escolas da periferia de São Paulo, Linn Santos, 25 anos, declara-se como “uma bicha,...

Palmeirense cumpre aposta de doar sangue após time perder: “boa ação ameniza a tristeza”

"Se a gente não se unir e ficar só nesse mundinho, nesta raiva, a gente não vai conseguir sair do lugar"

Instagram

Após levar 'bolo' de amigos em obra de casa, motoboy dá a volta por cima e inicia a construção com vaquinha 4