A amizade dela salvou a amiga de uma depressão profunda

Seja aquela mulher que levanta outras mulheres! Essa é a lição que as amigas de infância Eliana Ferreira e Kátia Alves, de São Paulo (SP), nos dão hoje após mostrarem como o apoio e amor entre elas salvaram suas vidas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Numa sociedade que sempre nos ensinou que somos rivais, essa linda amizade de 45 anos veio nos mostrar que, quando somos aliadas, somos muito mais fortes.

A cada tropeço, a cada desilusão amorosa, elas estavam ali, uma pela outra. E isso não só fez a diferença, como salvou a vida de ambas, em especial de Kátia, que viveu uma depressão profunda.

“Quando me separei, ela enxugou minhas lágrimas. E sem perguntas, sem julgamentos, me acolheu. Ela sempre me apoiou e agora foi a minha vez de dar esse apoio”, contou Eliana.

amigas sentadas sofá
Eliana e Kátia contam como o apoio e amor entre elas salvaram suas vidas

Kátia se viu no fundo do poço após o fim de um relacionamento abusivo de 10 anos. Ficou sem comer, sem beber água e até sem tomar banho. Na época, ela estava perto de se formar na faculdade em Serviço Social.

Relacionado: Noiva visita amiga internada em hospital 1 hora antes do seu casamento

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ela me colocava lá em cima”, lembrou a amiga.

mulher sorrindo
Kátia venceu a depressão com a ajuda da amiga

“Nos fortalecemos como mulheres”

Eliana relatou que com a depressão, chegou a cair as unhas, cabelos e estourar a pele dos lábios de sua melhor amiga. Seu amor e sua amizade não deixaram Kátia se entregar à situação.

“Eu deixava meus filhos no colégio às 7h e ia para a casa dela dar banho, comida, cuidar um pouco dela, pois comigo ela aceitava algumas coisas”, afirmou Eliana.

Relacionado: Voluntária leva aulas de Yoga para mulheres da periferia de São Paulo e eleva autoestima

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As amigas destacam como esse suporte entre elas as fortaleceram como mulheres e que pretendem estender a mão para outras mulheres também, já que juntas somo mais fortes!

“O maior conselho que eu daria às mulheres é uma apoiar a outra”, disse Eliana.

amigas abraçadas
“Mulheres devem se apoiar”

Kátia superou o relacionamento abusivo e viveu novos amores. Fez faculdade e se formou em Serviço Social.

“Eu me casei novamente, tenho dois filhos, um do primeiro e um do segundo relacionamento. Temos muitos momentos felizes, sempre juntas! Não comemoro nada sem ela. A Kátia é o amor da minha vida”, disse.

Que amizade linda, não é mesmo? Confira um vídeo lindo feito pelo O Boticário com essas maravilhosas:

E você, tem alguma amiga que segurou a sua mão nos momentos mais difíceis de sua vida?

[A história da Kátia e da Eliana e tantas outras de mulheres que ajudam mulheres fazem parte de um canal especial do Razões para Acreditar e O Boticário, para mostrar que #SomosFeitasDeTodas. Acesse mais histórias como essa aqui.]

Relacionados

Como uma ação entre vizinhas virou uma rede de apoio mútuo entre mulheres

Sabe aquela amiga que não te deixa passar perrengue, não importa o perrengue nem o tamanho dele? É esse o compromisso de um grupo...

Sobre duas rodas, motociclistas mulheres se ajudam e superam relacionamentos abusivos

Elas se juntaram para praticar o motociclismo e perceberam o quanto se sentiam bem quando estão pilotando suas motos uma ao lado da outra....

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

995,947FãsCurtir
1,931,689SeguidoresSeguir
9,438SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ DO CANAL

Para ajudar mulheres a saírem do perrengue, elas criaram um grupo de educação financeira

Você é mulher e tem dificuldades para administrar o seu dinheiro? Então, você precisa conhecer a Invista como uma Garota. Além de ensinar educação financeira...

Cliente antecipa pagamentos para salão de sobrancelha passar por crise do coronavírus

A servidora pública Débora Benon, de Brasília (DF), tinha uma viagem planejada com o marido e os três filhos no início de abril. Mas veio...

Canal no WhatsApp oferece apoio a mulheres vítimas de violência doméstica durante quarentena

É espantoso pensar nisso, mas as mulheres podem estar mais vulneráveis em casa durante a quarentena causada pela Covid-19. Dados apontam que a violência...

Iniciativa oferece apoio emocional e busca recolocação para mulheres no mercado de trabalho

Perder o emprego é sempre muito ruim, ainda mais agora, com a crise do coronavírus, que tem deixado muitas pessoas sem trabalho. Se você já...

Coronavírus: mulheres criam grupo de apoio para pagar boletos de trabalhadoras informais

Eventos cancelados, serviços adiados e cortes de dias de trabalho. Com a pandemia do coronavírus, as trabalhadoras informais e autônomas formam um dos grupos...

Instagram