Bebê que sobreviveu a duas paradas cardíacas inspira pai a escrever livro para outros ‘pais de UTI’


Bebê que sobreviveu a duas paradas cardíacas inspira pai a escrever livro para outros 'pais de UTI'
PUBLICIDADE ANUNCIE

A família do fotógrafo paulistano Edu Leporo vivenciou um verdadeiro milagre há cerca de 3 meses. Bento, um dos filhos gêmeos dele – que na época era apenas um bebê de apenas 9 meses de vida – contraiu uma pneumonia bacteriana que chegou a paralisar um dos pulmões, ficando internado por mais de 2 meses na UTI de um hospital de Guarulhos (SP).

Contrariando todas as predições médicas, Bento – que sofreu duas paradas cardíacas e passou 12 dias em coma induzido – sobreviveu ao grave quadro e hoje está totalmente recuperado, ao lado do irmãozinho, Benjamin, e dos pais.

Ajude uma mãe que cuida de quatro filhos com paralisia cerebral

“O prognóstico era muito ruim, mas nunca deixamos de acreditar na recuperação do nosso filho. Alguns momentos foram de fato desesperadores, é uma situação que apenas os pais que passam por isso, ter um filho na UTI, sabem como é”, diz Leporo.

Bebê guerreiro

O pai de Bento conta que ele e a esposa chegavam a passar 12 horas ou mais no hospital, e a situação de impotência diante da situação era muito grande. Segundo o fotógrafo, havia dias em que sentia apenas vontade de chorar e ficar no local para se sentir próximo do filho. “Não havia nada que pudesse nos trazer um pouco de conforto, aliviar ao menos em partes toda a dor e o sofrimento”, relembra Leporo.

Bebê que sobreviveu a duas paradas cardíacas inspira pai a escrever livro para outros 'pais de UTI'

Uma forma que o fotógrafo encontrou para extravasar e encarar a situação, mesmo que muito difícil, de forma um pouco mais leve e positiva, foi passar a narrar o progresso do filho em suas redes sociais – sempre de forma leve, e sem nunca perder a esperança de cura. Aos poucos, Bento foi evoluindo e, no final de julho, teve alta e voltou para casa.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Leia também:

Vaquinha para o livro

Lembrando de como as redes sociais foram importantes no processo, o casal teve a ideia de escrever um livro infantil ilustrado contando a história de Bento. Para lançar o livro, Edu criou uma vaquinha online. A publicação se chamará “A Odisseia do Pequeno Bento” e os 1000 exemplares que serão produzidos serão distribuídos gratuitamente para os chamados “pais de UTI”.

Até o momento, a vaquinha arrecadou R$ 1.350 e a meta do casal é levantar os R$ 41.150 que faltam até o dia 18 de setembro.

Patrocinadores que desejem dar uma ajuda maior para a realização do projeto, com valores a partir de R$ 3.000, terão seu nome e logomarca na contracapa do livro.

Para apoiar o projeto e colaborar com a vaquinha, basta clicar aqui.

“Nosso objetivo é prestar apoio e solidariedade aos pais que passam pela mesma situação pela qual passamos. Nessas horas, fica-se tão fragilizado que uma simples palavra de apoio já faz toda a diferença. Por isso, o livro pode prestar um grande serviço a essas famílias. Queremos levar amor aos papais e mamães que passam por grandes dificuldades com seus bebês no dia a dia na UTI”, conclui Leporo.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fotos: Divulgação

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar