Menino de 4 anos enfrenta transplante delicado e salva irmãos gêmeos


bebês gêmeos salvos irmão
PUBLICIDADE ANUNCIE

Assim que nasceram, os gêmeos Giovanni e Santino Demasi foram diagnosticados com uma doença crônica rara chamada Doença Granulomatosa Crônica (DGC), que torna as pessoas suscetíveis a infecções, lesões nos órgãos e anemia.

Se não for tratada, pode provocar a morte em decorrência das proliferação de bactérias e vírus que não causariam grandes problemas em pessoas saudáveis.

Felizmente, com a ajuda de seu irmão mais velho, Michael, de apenas 4 anos, os gêmeos foram curados com um transplante especial – e bastante delicado – de medula óssea, indicado no tratamento contra a DGC.

Michael não pensou duas vezes em se oferecer para ajudar os bebês. Após ser submetido à análise clínica, os médicos constataram que o menino era perfeitamente compatível com os irmãos.

bebês gêmeos salvos irmão 4 anos

Seus pais, de início, ficaram preocupados com a ideia de submetê-lo a um procedimento cirúrgico tão complexo e complicado. “Nós ficamos preocupados porque há riscos e é um procedimento muito dolorido. E também pensamos no quanto ele entenderia”, afirmou a mãe, Robin Pownall.

No entanto, Michael encarou a situação de forma positiva e estava determinado a ajudar seus irmãozinhos.

bebês gêmeos salvos irmão 4 anos

PUBLICIDADE ANUNCIE

Michael ficou muito feliz em ajudar seus irmãos. Quando tiraram a medula dele, ele viu o saquinho de sangue e falou: ‘esta é a minha medula!’. Ele começou a contar para todo mundo, estava muito feliz. Ele sempre beija os irmãozinhos na testa e diz: ‘eu amo vocês!’”, contou a mãe.

bebês gêmeos salvos irmão 4 anos

O transplante foi um sucesso, sem rejeição ou complicações cirúrgicas. Um ano após o procedimento operatório, os gêmeos estão curados da Doença Granulomatosa Crônica!

Leia também: 

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: Bebê Mamãe/Fotos: Reprodução/Bebê Mamãe

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar