fbpx

Policial impede que mãe abandone filho e amamenta a criança do próprio peito


PUBLICIDADE ANUNCIE

O instinto materno falou mais alto do que tudo quando a capitã da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Ana Paula Mourinho, atendeu uma ocorrência, na comunidade do Terreirão, na noite do dia 6 de outubro, no Recreio.

A capitão encontrou no local uma mulher que queria abandonar um recém-nascido em uma igreja evangélica. Depois de muita conversa para convencer a mulher a mudar de ideia, percebendo que o bebê estava com fome, pelo choro, a policial, que é mãe de um bebê de 11 meses, amamentou a criança do próprio peito.

A história viralizou nas redes sociais depois que a página no Facebook da PM do Rio publicou uma foto da policial amamentando a criança. A postagem foi feita no dia 16 de outubro e teve mais de 16 mil reações, 7,5 mil compartilhamentos e 1,1 mil comentários.

PUBLICIDADE ANUNCIE

“Estava no serviço, quando ouvi no rádio ordem de um setor para assumir a ocorrência. Como estava perto, fui lá”, disse Ana Paula ao jornal Extra. “Uma mulher assistiu à parte do culto e no final queria deixar o bebê na igreja. E, caso não aceitassem, disse que jogaria fora, largaria em qualquer lugar ou o entregaria ao primeiro que passasse.

O menino gritava de fome e isso me tocou. Demorei muito para engravidar. Quando ela voltou com as coisas dele fomos para a DP. Não quis pegar o filho no colo e foi em outra viatura. E eu fui amamentando ele o tempo todo”.

A policial conta que, mesmo nervosa, a mulher conseguiu passar o telefone da avó paterna da criança e entregou o bebê para a policial. Segundo a publicação, a avó materna compareceu à 42ª DP, do Recreio, e conseguiu a guarda provisória do neto, que se chama Micael, por meio do Conselho Tutelar.

Com informações do HUFFPOST BRASIL / Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar