Cachorra idosa e paraplégica abandonada em lixão tem final feliz e cheio de amor

"Ela vai conhecer o amor verdadeiro"


Cachorra idosa e paraplégica abandonada em lixão tem final feliz e cheio de amor 1
PUBLICIDADE ANUNCIE

O que parecia ser um final triste, se mostrou como uma história cheia de amor e empatia. Em Fortaleza, no Ceará, uma boxer de 15 anos – a Mel, foi abandonada em um lixão, mas a sorte foi que, Alessandra Walckiers a encontrou e divulgou fotos, contando a história, fazendo com que chegasse nos ouvidos da advogada paulista Renata Bueno, que foi até o nordeste resgatá-la.

Relacionado: Garoto visita abrigo e adota o cachorro mais velho de todos

Cachorra idosa e paraplégica abandonada em lixão tem final feliz e cheio de amor 2

Alessandra trabalha na instituição Boxer Rescue Brasil, que desde 2010 vem resgatando cachorros da raça boxer abandonados, lhes oferecendo uma chance de terem um novo lar. Mel necessita de cuidados especiais, pois além de ser idosa, é paraplégica, mas isso não foi impedimento para que Renata conseguisse um carro e passasse 7 dias na estrada, atravessando mais de 6 mil km, para poder resgatá-la: “Muitos podem achar loucura, mas se a Mel durar apenas 1 mês ou até mesmo apenas a viagem, já vai valer a pena, ela vai conhecer o amor verdadeiro”.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Renata, que já tem 4 cachorros idosos em sua casa, não pensou duas vezes quando viu a postagem desesperada de Alessandra nas redes sociais: “Vi o desespero da Alessandra Walckiers, a moça que a divulgou implorando uma solução. Como já tenho quatro idosos em casa, não aguentei saber que ela não tinha um lar e foi colocada na rua. Fiquei muito penalizada e quis mostrar que é amada e vai ser cuidada até o fim”.

Para conseguir fazer a longa viagem de carro que separava Renata de Mel, ela contou com a ajuda de mais 2 voluntários, Renato Zuzarte e Priscila Bonfante, também de São Paulo, que a ajudaram com o carro e com os custos da viagem. A advogada até já tem planos para quando estiver com Mel: “A rotina é que vai mostrar os cuidados necessários. Como ela é cadeirante, vou providenciar um saco de arrasto para que não tenha atrito ao se locomover”.

Cachorra idosa e paraplégica abandonada em lixão tem final feliz e cheio de amor 3

Esta é mais uma história que mostra que, nós sempre podemos ajudar quem precisa e que amor, não tem idade. Adotando um cão idoso nós podemos lhe oferecer amor e carinho, nem que seja por pouco tempo. Mas eles merecem ter um final feliz, não é mesmo?

Com informações de R7

Fotos: Renata Bueno

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar