Tribunal na Índia proíbe encarceramento de pássaros em gaiolas


Índia proíbe encarceramento de pássaros em gaiolas 4
PUBLICIDADE ANUNCIE

O Tribunal Superior de Nova Deli determinou: “A venda de aves é uma violação dos seus direitos”, ou seja, pássaros em gaiolas agora serão considerados crimes.

As aves têm o direito fundamental de “viver com dignidade” e voar, disse o Tribunal, que passou em proibir pássaros em gaiolas.

A decisão foi tomada depois que diversos pássaros foram resgatados de um homem chamado Md Mohazzim, que dizia ser tutor dos animais. A ONG People for Animals desmentiu o rapaz e provou que ele mantinha as aves em gaiolas para vendê-las.

Não é a primeira vez que a Índia defende os direitos dos animais. No ano passado, o Tribunal Superior do país reconheceu “os cinco direitos fundamentais dos animais e das aves”. Shows com golfinhos cativos, a produção de cosméticos testados em animais, o sacrifício de animais em rituais religiosos e as rinhas de cães também são proibidos.

A foto de capa é do fotógrafo escocês Alan McFadyen, que levou seis anos para tirá-la (4,2 mil horas) e fez mais de 720 mil fotos antes de capturar o que ele chamou de “a foto perfeita”. A foto é de um alcião, espécie rara de pássaro, mergulhando para capturar um peixe. O reflexo da ave na água instantes antes da captura é impressionante:

 Índia proíbe encarceramento de pássaros em gaiolas

PUBLICIDADE ANUNCIE

 Índia proíbe encarceramento de pássaros em gaiolas 2

 Índia proíbe encarceramento de pássaros em gaiolas 3

Leia também:

Ivete Sangalo compra todo algodão doce de vendedor e o convida para subir no trio

Vira-lata ‘usa’ dentadura encontrada no quintal e quase mata todo mundo de rir

Jovem faz pedido para Whindersson Nunes, que o responde disposto a ajudá-lo

via Portal RAÍZES e B9

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar