fbpx

Juíza permite que o cão escolha seu verdadeiro dono no tribunal

O vínculo emocional prevaleceu!


cão
PUBLICIDADE ANUNCIE

‘Judge Judy’ é um dos programas de maior sucesso na televisão dos Estados Unidos. Ele é apresentado pela juíza aposentada pela vara de família de Manhattan, em Nova York, Judith Sheindlin. Um episódio recente está dando o que falar na internet. A juíza precisava decidir a guarda de um poodle, ‘Baby Boy’, entre um homem e uma mulher. O homem afirmava que era dono do cão, que o bichinho foi vendido sem autorização, mas que ele não tinha como provar. Já a mulher, ao contrário, mostrou os documentos que provavam que ela tinha comprado o cãozinho de uma pessoa na rua.


Ouça a matéria e, depois, veja o vídeo no final da postagem!

PUBLICIDADE ANUNCIE

Sem chegar a uma decisão final, a juíza deixou o poodle escolher com quem ele queria ficar. Ela pediu que trouxessem o cão ao tribunal e o colocassem no chão. O vínculo emocional prevaleceu sobre os documentos e Baby Boy correu direto para os braços do homem.

As decisões da Juíza Judy são extraoficiais, mas os participantes do programa da CBS assinam um documento se comprometendo a acatar sua decisão. Dá play:

Imagens: Paramount Domestic Television

[Nota da Redação]

Acreditamos que a tecnologia pode proporcionar momentos inesquecíveis, como a realização de assistir uma apresentação de balé ou viajar para a Espanha, tudo isso é possível através da realidade virtual. Assista a experiência que levamos a uma casa de repouso de São Paulo:

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar