14 motivos para você não adotar um animal de estimação


adotar um animal
PUBLICIDADE ANUNCIE

Sabemos que adotar um animal acaba por transformar sua vida pra sempre, pois a rotina muda, suas escolhas mudam, tem muito trabalho, mas vem uma recompensa gigantesca: aquele amor incondicional que só quem tem um bichinho sabe como é.

Todos sabem que existem muitos animais fofos a procura de um lar e de alguém que lhes proporcione uma vida com muito amor e felicidade.

Por isso, selecionamos 14 histórias especiais de pessoas que adotaram um amiguinho, para mostrar de forma irônica, alguns motivos para não adotar um bichinho.

1. Chantagem emocional

“Essa é minha gatínea quando chegou em casa. Eu a conheci em Embu das Artes, quando fui comprar tábuas bonitas. Ela e seus 4 irmãozinhos estavam brincando no meio dos móveis de uma das marcenarias que passei. Vi a carinha, não aguentei e fui brincar. A dona da marcenaria contou que a gata deu cria lá e sumiu e queria dar os gatinhos. Meu pai, que me acompanhava, tirou uma foto minha em transe e mandou no grupo da família, sem me avisar.

3 minutos depois o meu marido me liga, muito bravo e falando um monte sobre como eu tinha coragem de fazer essa chantagem emocional (oi?!), que tínhamos decidido não ter animais e etc e etc. E terminou a ligação, antes de eu falar qualquer coisa: “se é importante pra você, traz a gata”. Minha cara:14 motivos para você não adotar um animal de estimação 1?. E foi assim, sem o menor planejamento, que a gatinha foi conosco pra casa, cheia de pulgas e vermes. E amor. Meu pai achou que eu iria devolvê-la, mas sabia que não. E assim também já tinha o nome ideal: Shantay Ustay. – Monise Tonoli

14 motivos para você não adotar um animal de estimação 2

2. Sopa 24h

“Adotei o Kiko bem pequeno. Eu tinha me apaixonado por um irmãozinho dele, pretinho. mas quando fui buscar levei meu afilhado junto, que se encantou pelo branquelo e ele veio pra casa (dos meus pais). Era a primeira vez que eu tinha um cachorro, antes disso tivemos só gatos e nunca me dava muito bem com eles. Foi questão de tempo para ele conquistar a cama do canceriano aqui. Logo depois que chegou em casa,o levamos ao veterinário porque ele estava quieto e não queria comer. O veterinário deu mil voltas pra dizer que o cachorro tinha “cinomose”, que eu nem sabia o que isso significava. Descobrirmos que o negócio era bem sério: foram trinta dias fazendo sopas cheias de legumes, batendo no liquidificador e dando pra ele de seringa. 24h do lado dele, mas em um mês veio a boa notícia: ele estava curado! De lembrança ficou só uma manchinha no dente e o carinho de pai e filho, sabe? Virou até tatuagem!  – Rafael Escrivão Sorrigotto

14 motivos para você não adotar um animal de estimação 3

3. Fantasia de cone

“Em fevereiro do ano passado eu acordei cedo, era véspera de Carnaval e eu fui molhar as plantas da varanda. Nunca faço isso nesse horário, mas nesse dia me deu uma coisa e fiz. Quando olhei pela janela, vi uma cachorrinha com um cone de veterinário na cabeça, atravessando a Rua Fradique Coutinho meio atordoada. Desci toda descabelada para não deixar que ela fosse atropelada. Ela estava com um ferimento no rosto e pontos de castração na barriga (o motivo do cone). Peguei a Pudim – foi o nome que escolhi na hora – e levei num pet para tomar banho e ter uma primeira análise. Também tentei achar seu dono. Não achei, então não resisti e levei pra casa. Depois descobri que ela era de um carroceiro e que ele gostava muito dela, mas devido aos problemas de saúde dela, ele não tinha condições de cuidar da pequena. Ela ficou comigo um mês, até que um amigo quis muito adotá-la. Hoje em dia é uma rainha na casa dele e eu sou muito grata ao amigo e a minha linda Pudim, que hoje chama Belinha, por ter passado pela minha vida! Acompanho sua vida mansa sempre 14 motivos para você não adotar um animal de estimação 4Paula Roschel

14 motivos para você não adotar um animal de estimação 5

4. Amor maduro

Eu tinha acabado de perder meu primeiro animal, e me sentia destruída. Me ofereceram a Bia,  para que eu desse um lar temporário para ela. O tempo que esteve comigo como lar temporário, ela conseguiu duas adoções e duas devoluções, pois chorava e latia muito segundo as famílias. Porém comigo, Bia não latia e nem chorava.

Adotar um cão adulto foi uma experiência incrível, ela já tinha sua personalidade e não moldei seu comportamento a meu gosto. Digo que é meu anjo, três anos ao meu lado e só penso como a queria desde filhotinha pra aproveitar mais e mais, porque sempre vai parecer pouco o tempo que estamos juntas.
Ela me escolheu, e como gratidão dou todo meu amor e cuidado que eu posso. Não sei mais viver sem o amor de um cão.- Nayanna Tas

14 motivos para você não adotar um animal de estimação 6

5. Invasor de garagem

Minha história não é muito diferente não, mas é de muito amor! Decidi voltar um dia mais cedo de viagem,e meu interfone tocou. Uma moça me avisou que um cãozinho tinha entrado  na minha garagem, desesperado por causa da chuva. Desci e ele pulou no meu colo. Tive que convencer a outra cachorrinha que eu tinha, a deixar ele entrar. Procuramos um lar para adotá-lo, mas como ele era muito inseguro e carente, se apegou muito rápido à nós. Foi uma adaptação um pouco sofrida pro Jack, mas hoje ele é mais independente e saudável. Adotamos mais um recentemente e hoje já conquistaram a família toda!- Carolina Puppe

14 motivos para você não adotar um animal de estimação 7

14 motivos para você não adotar um animal de estimação 8

6. Tal mãe, tal filha

Assim como a Branca, fato curioso é que também fui adotada e além disso, eu e a Branca temos algo em cumum, os nossos primeiros nomes foram trocados. Ela se chamava Siberia pela primeira família e eu me chamava Suelen até que conhecemos a nova família e ganhamos novos nomes e novas oportunidades de sermos amadas. O motivo maior da Branca ter chegado em casa foi para me ajudar a sair de uma depressão profunda que estava enfrentando. Poucas coisas me faziam sorrir e a Branca era uma delas, mesmo que no meio do caminho ela tenha se apagado mais a minha mãe, ela entrou em minha vida em um momento super delicado e no fim, ela me ajudou a superar a depressão.-Swany Falcão

14 motivos para você não adotar um animal de estimação 9

7. Raí

Eu não pensava em adotar um cachorrinho. Não, naquele momento. Um dia, era um sábado e acordei cedo pra lavar roupa. (Glamour). A máquina encheu, deu duas batidinhas e parou. 14 motivos para você não adotar um animal de estimação 10🙁 Tive que tirar a roupa, torcer na mão e procurar uma lavanderia dessas q você lava e traz na hora. Achei lá na Av. Angelica. Na volta, vi de longe uma feirinha de adoção. Já tava desviando o olhar pra “não cair em tentação”, quando vi o Raí. Ele estava meio tristinho, mas quando cheguei perto, ficou de pé, nas patinhas de trás, e aquilo me enlouqueceu
Fiquei lá em dúvida se queria ou não e voltei pra casa chorando. Rsrs Chorei por duas horas. Até que liguei pra minha mãe. Minha preocupação era q eu, na época, ficava umas 12 horas por dia fora de casa. E ela “é melhor ter uma casa e sua companhia por algumas horas, do que nenhuma”. 14 motivos para você não adotar um animal de estimação 11? Voltei, adotei meu vira-latinha e minha vida hoje é outra (muito melhor). Já se vão 10 meses. Os meus (nossos, acho) melhores 14 motivos para você não adotar um animal de estimação 12🙂 Costumo brincar que fui lavar roupa e voltei com um cachorro rsrs 
E ele já chamava Raí e eu, que sou muito são paulina e fã do ex jogador, nunca nem sequer cogitei mudar o nome dele- Dani Marques

PUBLICIDADE ANUNCIE

14 motivos para você não adotar um animal de estimação 13

8. O moço sem quintal

Eu vi a foto da Clara no facebook, em uma página de uma clínica veterinária. Ela tinha sido encontrada machucada e assustada em uma rodovia, ainda filhote.

No mesmo dia, fui ver ela na clínica, me apaixonei e deixei meus dados pra adotar ela. Mas uns dias depois disseram que eu não podia adotar ela, pois eu não tinha quintal.

Fiquei arrasado, minha ex ficou falando que ia aparecer outra cachorrinha, mas eu não queria.

No trabalho, contei pra um amigo. Ele se revoltou e foi lá com a esposa. Mesmo sem um quintal eles conseguiram adotar.

Hoje já fazem 10 meses que essa pestinha ta aqui em casa, comendo meias. Mas é um amorzinho com todo mundo.- Daniel

14 motivos para você não adotar um animal de estimação 14

9. Ajuda de amiga  

Vou ter que contar a história do Brioche!
Já tínhamos achado um poodle abandonado (Luke) na rua e também já tínhamos adotado um coelho. Os dois era muito amigos, mas um dia o meu coelho Floquinho morreu e o Luke ficou muito deprimido e decidimos adotar outro cachorro, principalmente para fazer companhia para o Luke. Fomos em várias feiras de adoção mas, mesmo querendo levar todo mundo pra casa, nenhum cachorro realmente conquistou o nosso coração.

Até que um dia, uma amiga comentou em uma foto de um cachorro no Facebook. Ele havia sido encontrado perto da USP,  e depois de muito tempo procurando os donos, a moça que estava lhe dando lar temporário precisava doá-lo porque ele era briguento e não se dava bem com os cachorros que ela já tinha. O nome dele era “Chuchu”, e ele ganhou o meu coração na hora.

Comentei a foto dizendo que eu queria ficar com ele e a moça me ligou, mas disse que já tinha muita gente “na fila” que ela estava entrevistando, e que a chance era pequena de eu conseguir ficar com ele. Acabei desencanando e já tinha até voltado a frequentar as feirinhas, quando ela me ligou de novo. Aquela minha amiga que tinha comentado na foto tinha sido colega de quarto da moça que resgatou o cachorrinho da rua, e quando minha amiga viu meu comentário na foto, ligou pra essa moça para dizer que eu era a pessoa certa para ficar com ele!  No dia seguinte fui conhecer o Chuchu e, em menos de dois segundos, ele já estava de barriga pra cima (tempos depois eu descobriria que ele fazia isso pra todo mundo, mas naquele momento eu me senti especial). No mesmo dia, ele foi pra minha casa, mas tinha um certo receio pelo fato de ele ser briguento. Mas pra minha surpresa, no momento em que eu o apresentei para o Luke, foi amor à primeira vista, e um não desgrudou do outro nunca mais.

Essa criaturinha me ensinou muito sobre paciência, amor e alegria. A casa nunca mais foi a mesma depois que ele chegou, porque ele é muito mais “cachorro” (no sentido hiperativo da palavra) que o Luke, então ele trouxe um pouco mais de bagunça para as nossas vidas.

E sobre o nome dele, quando éramos pequenos, meu irmão era alérgico a cachorro, então não podíamos ter um, mas ele sempre dizia que queria um cachorro e que íamos chamá-lo de Brioche, exatamente como aquele dinossaurinho verde que é amigo do Mario e do Luigi. Demorou alguns anos para ele descobrir que o nome verdadeiro era Yoshi, mas até aí já tínhamos gostado tanto do nome que resolvemos fazer uma homenagem ao “Brioche” que demoramos quase 15 anos para poder ter.-Nínive Macedo

14 motivos para você não adotar um animal de estimação 15

10. 3 pernas e um coração gigante

Um dia eu fui a uma clínica veterinária visitar um gatinho que tínhamos castrado e como bom enxerido que sou, sempre ia visitar todos, e ao chegar no canil vi um com três patas. Perguntei o que havia acontecido com ele e me disseram que ele tinha sido atropelado “de propósito” quando ainda viva na rua e que estava a uma ano e meio ali pra adoção. A família que o resgatou pagava todo o mês o aluguel do cantinho, mas como não tinham quintal, não podiam ficar com ele. Inclusive, não adotariam para qualquer um e eu teri que passar pela aprovação deles.
Muito bem, cheguei em casa e disse aos meus pais que iria adorar.Nossa, foi aquela briga! Como minha casa tem escadas, eu estaria sendo irresponsável de trazer um animal com três patas, ele poderia se quebrar todo. Bati o pé,estava apaixonado por ele , e disse que traria!
No dia seguinte, passei no teste de bom moço com a família e trouxe o Ninão para casa! Já faz 4 anos.que ele está aqui e nunca quebrou uma unha ! Rafael Mendes

14 motivos para você não adotar um animal de estimação 16

11. Não olhe a gaveta

Na foto é a Loretta, eu a vi quando foi atropelada. Eu a peguei a escondi no escritório do trabalho. Na hora do almoço, fui até uma clínica e pedi atendimento voluntário. Agora esse anjinho acorda comigo todos os dias, ronronando e se enfiando entre meus braços- Leo Nunes

14 motivos para você não adotar um animal de estimação 17

12. Presente do esgoto

Eu estava passando a rua, vindo da academia, quando vi algo no esgoto se mexendo 14 motivos para você não adotar um animal de estimação 18?
Cheguei mais perto e notei aquela coisinha bem pequena (ela tinha no máximo 2 meses) toda suja,se afogando no esgoto. Peguei ela, levei pra casa, dei banho, comida, e no dia seguinte levei ao veterinário para as vacinas.Ia procurar um lar para ela, mas não consegui.
Coloquei o nome de Lótus porque ela é a flor que nasceu na lama pra perfumar minha vida.-Bárbara Dantas

14 motivos para você não adotar um animal de estimação 19

 

13. Contra o sacrifício

Um ano depois de adotarmos o Fred, ele foi diagnosticado com Leishmaniose e denunciado à vigilância, que foi buscá-lo em casa para sacrificá-lo. Disseram que ele sofreria muito, que morreria logo, que era perigoso. Mesmo assim, assinamos um termo de responsabilidade e aqui está ele, quatro anos depois, recebendo todo o amor e cuidado na clínica onde está internado para cuidar dos rins. É uma doença grave, mas que tem CURA! O tratamento foi autorizado recentemente e por isso é muito caro. Divulgando minhas visitas nas redes sociais, nós aqui de casa lutamos pelo direito ao tratamento e contra o sacrifício animal. Diga NÃO ao sacrifício desses anjinhos!- Vitória Cação

14 motivos para você não adotar um animal de estimação 20

14. Bubu

Minha família sempre teve cachorros, desde que eu nasci. Começamos com uma husky chamada Princesa, que teve uma cria com um cachorro invasor que pulou o portão! Conseguimos ficar com apenas um da ninhada dela, e depois pegamos uma shar pei, a Bela. Ela cruzou com o Beethoven, o filho da Princesa e teve 4 lindos filhotinhos. (Deu pra entender? Haha)

Na casa eram 5 no total. Todos parentes, de alguma forma! (Vó, neto, pai, mãe HAHA)!

Infelizmente, eles não duram para sempre, e no decorrer da vida, eles se foram. E pela primeira vez, em tantos anos,eu não tinha um cachorro me esperando quando eu chegava em casa, o que era muito triste! Como havíamos sofrido muito com a perda dos nossos, ficamos um tempo sem pensar em ter algum de novo. Eu sempre quis adotar um cachorro que estivesse precisando muito de um lar, acho muito mais necessário e importante do que comprar um de raça. Então, em um domingo qualquer, eu não tinha nada pra fazer e decidi passar em uma feira de adoção para ver se precisavam de voluntários e para abraçar catíoros fofinhos, já que minha carência por amor de cachorro nunca passou! rs

A primeira cachorra que eu vi foi (aparentemente) uma pitbull. Ela estava agitada, latindo muito e não tinha o olho direito.Na placa dizia que ela tinha 7 anos e se chamava Bubu. Percebi que a maioria das pessoas na feira tinha um pouco de receio de chegar perto dela, talvez por causa da raça. Já em volta dos  filhotinhos, havia muita gente. Eu me apaixonei à primeira vista por ela. Meu avô tinha uma pitbull que era a coisa mais dócil e bobona do mundo e ela me lembrava muito ela. Mas o pessoal de casa ficou com um pouco de medo por causa do possível comportamento dela, afinal ela era mais velha e era uma mistura de pitbull com vira-lata (o velho preconceito das pessoas com a raça, que muita gente têm :/). A Bubu estava em uma zoonose antes de ser resgatada, cheia de problemas de pele, alergias.

Com muita calma e conversa, eu e a Andrea, a mulher que estava dando um lar temporário para a Bubu, conseguimos convencer minha família a ficar com ela. Todos se apaixonaram na hora, e hoje não desgrudam mais da cachorra.

A Bubu é dócil, carinhosa, totalmente obediente, brincalhona e não dá nenhum trabalho! E o olhinho dela só faz falta quando ela joga sua bolinha longe e demora um pouco para achar 😉 <3- Renata Romão

14 motivos para você não adotar um animal de estimação 21

14 motivos para você não adotar um animal de estimação 22

E aí, qual sua história?

Todas as fotos: Reprodução Facebook e Arquivo pessoal

 

Coleção ACREDITAR

Comprando 1 peça, você garante um dia de aula de uma criança. Consumo consciente na parceria entre Razões & Euzaria. Compre aqui.

14 motivos para você não adotar um animal de estimação 23

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar