Anne Frank – Vidas Paralelas estreia na Netflix com tributo sincero de Helen Mirren

O nº 263 de Prinsengracht, em Amsterdã, foi cenário para uma das obras mais vendidas no mundo. A menina Annelies Marie Frank viveu aqui por dois anos junto com a família, escondida em um anexo secreto do prédio, onde estava instalada a fábrica do seu pai.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Diário de Anne Frank provavelmente fez parte de algum momento da sua vida. Muitas escolas adotaram a obra como literatura obrigatória e a história de Anne se tornou uma das maiores referências do período antissemita.

páginas do diário de Anne Frank
Imagem de uma página original do diário de Anne. | Reprodução: Google

Neste 1º de julho a Netflix lançou um documentário mais que especial sobre a história de Anne. A homenagem veio pelos 90 anos que a garota completaria, se estivesse viva.

Essencial e forte, o Anne Frank – Parallel Stories (em português Anne Frank – Vidas Paralelas) vem com a narrativa da atriz Helen Mirren, que lê poderosamente o diário da menina judia e conta a história de toda a sua família.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Propaganda Netflix documentário anne frank
Reprodução: Netflix

Apesar de o ponto central ser a Anne, o documentário apresenta relatos de cinco mulheres – duas delas irmãs – que sobreviveram ao Holocausto quando crianças. Arianna Szorenyl, Helga Weiss, Andra Bucci, Tatiana Bucci e Sarah Lichtsztejn-Montard, que chegou a conhecer Anne. As duas ficaram no mesmo alojamento por algumas semanas.

O documentário traz uma abordagem sincera e bastante valiosa, principalmente para os jovens que ainda não conhecem Anne e o Holocausto. Cada depoimento é bastante substancial para que possamos entender essa parte tão dolorida, mas importante da nossa história.

De palavras fortes, ainda percebemos que a história de Auschwitz e outros campos de concentração é mais dura do que imaginamos. No entanto, a vivência de todo esse sofrimento não foi suficiente para fazer essas mulheres desistirem de viver e nem carregarem a dor por suas vidas. É exatamente o contrário! Elas mantêm um tom leve e sempre tranquilo.

capa filme anne frank
Além de Anne, outras cinco mulheres tiveram suas histórias contadas no documentário. | Reprodução: Netflix

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

Não quero que a minha vida tenha passado em vão, como a da maioria das pessoas. Quero ser útil ou trazer alegria a todas as pessoas, mesmo àquelas que jamais conheci. Quero continuar vivendo, mesmo depois da minha morte!”.

Sim Anne, você conseguiu!

Assistam o filme. E agradeçam pela história! Dá uma olhadinha no trailer!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

Veja também:

Internautas se solidarizam e vaquinha para vendedor de salgados humilhados bate R$ 75 mil:

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,434,652SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Médico fora do serviço salva a vida de menino de 7 anos em acidente de carro

O socorro chegou rapidamente para uma família da cidade de Tubarão que se envolveu em um acidente de trânsito neste domingo, na BR-101, em Laguna, SC....

Veja clássicos álbuns da música parodiados por gatos

O artista gráfico Alfra Martini tem muitas paixões na vida, dentre elas: música e gatos. Então ele resolveu unir essas duas paixões, transformando capas...

Marca de calçados do Uruguai aceita garrafas plásticas como forma de pagamento

É maravilhoso saber que o universo da reciclagem está cada vez mais próximo do nosso cotidiano. O interessante é que esse movimento tem começado pelas...

Aplicativo faz mapeamento de locais com acessibilidade para cadeirantes

É sempre bom ver as novas tecnologias facilitando o dia a dia de pessoas com alguma limitação física. O aplicativo para smartphones com os...

Jovens com Síndrome de Down conquistam autonomia

Aprendizado, responsabilidade e autonomia são algumas das conquistas alcançadas pelos jovens

Instagram