Coronavírus: Registro definitivo da vacina da Pfizer é aprovado pela Anvisa no Brasil

0
1358
Enfermeira manuseando vacina
Foto: Divulgação/Secretaria de Saúde-CG

Mais uma boa notícia sobre aquela que pode ser a salvação da população na pandemia de Covid-19. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou hoje o registro definitivo da vacina produzida pela Pfizer/Biontech.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

É a primeira autorização para uso do imunizante no Brasil, que passa a ser o primeiro do país e na América Latina a ser autorizado para uso definitivo e não apenas emergencial. Essa autorização permite, inclusive, que a farmacêutica comercialize as doses.

“Como Diretor-Presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, informo com grande satisfação que, após um período de análise de dezessete dias, a Gerência Geral de Medicamentos, da Segunda Diretoria, concedeu o primeiro registro de vacina contra a covid-19, para uso amplo, nas Américas”, disse Antônio Barra Torres, presidente da Anvisa.

vacina contra alzheimer
Fonte: Expatica / Reprodução

Segundo Barra Torres, a vacina da Pfizer teve sua segurança, qualidade e eficácia, aferidas e atestadas pela equipe técnica de servidores da Anvisa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Esperamos que outras vacinas estejam, em breve, sendo avaliadas e aprovadas“.

A empresa produtora da vacina comemorou: “Ficamos muito felizes com a notícia da aprovação e gostaríamos de parabenizar a agência pela celeridade e profissionalismo que demonstrou em todas as etapas desse processo. Esperamos poder avançar em nossas negociações com o governo brasileiro para apoiar a imunização da população do país”, afirmou Marta Díez, presidente da Pfizer Brasil.

Enfermeira manuseando vacina
Foto: divulgação / Secretaria de Saúde-CG

Quase seis milhões de brasileiros já foram vacinados

O Brasil já tem quase seis milhões de pessoas vacinadas. Até hoje a Anvisa havia autorizado apenas o uso de forma emergencial dos imunizantes CoronaVac, do Instituto Butantã e do laboratório Sinovac, e da AstraZeneca com a Universidade de Oxford.

Idosa sorrindo ao ser vacinada em cama
Foto: divulgação / Secretaria de Saúde-CG

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A vacina da AstraZeneca também já tem um pedido de registro definitivo junto à Anvisa e nesta terça-feira chegou um avião com dois milhões de doses em São Paulo. A Fiocruz também deve receber esta semana novos insumos para fabricar a vacina CoronaVac.

Você sabia que o número de vacinados no mundo
já é maior do que o de infectados?

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.