Aos 102 anos, judia recebe título de doutorado negado por nazistas

Foram quase 80 anos de espera, mas finalmente aconteceu.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A alemã Ingeborg Rapoport, de 102 anos, recebeu o título de doutorado, que lhe foi negado pelos nazistas pelo fato de ela ser judia. O evento aconteceu semana passada, quando Ingeborg recebeu seu esperado doutorado em Medicina.

Sua tese foi escrita em 1938, na Universidade de Hamburgo, sobre difteria, doença que matou milhares de pessoas no século passado. Mas, por ser judia, as leis racistas dos nazistas proibiam que ela defendesse a tese.

A alemã se refugiou nos Estados Unidos durante a guerra, mas nunca desistiu do doutorado.

Aos 100 anos de idade, obteve da universidade a promessa de reconsiderar o caso, desde que defendesse a tese, o que a obrigou a estudar nos últimos meses as novidades dos últimos 80 anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Finalmente agora posso parar”, disse ela ao receber o título de doutora.

Aos 102 anos, Ingeborg virou a pessoa mais idosa do mundo a receber um doutorado.

ingeborg-rapoport-01-800

Foto: Reuters/Landov

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Faxineiro ‘gente fina’ ganha viagem de férias de estudantes

Estava mesmo na hora de dar um presente especial para alguém que é legal com todo mundo e que é querido por todo mundo.

Mãe que narrou jogo para filho cego é finalista do Prêmio Fifa de melhor torcedora

Sílvia Grecco, mãe adotiva de Nickollas, viralizou em um vídeo que mostra ela narrando o jogo entre Corinthians e Palmeiras para o filho cego.

Internado há mais de 40 anos, paciente cria série de animação dentro do hospital

Vítima de paralisia infantil e morando há mais de 40 anos em uma UTI do Hospital das Clínicas, em São Paulo, Paulo Henrique Machado,...

Cliente antecipa pagamentos para salão de sobrancelha passar por crise do coronavírus

A servidora pública Débora Benon, de Brasília (DF), tinha uma viagem planejada com o marido e os três filhos no início de abril. Mas veio...

Durante as férias, garoto arrecada materiais escolares para crianças carentes

Ele tem apenas 9 anos, mas sabe como poucos o verdadeiro significado de ser empático. Nascido em João Pinheiro, município localizado no noroeste de Minas, Othávyo...

Instagram

Aos 102 anos, judia recebe título de doutorado negado por nazistas 4